Em qualquer ramo de atuação, é importante adotar medidas eficientes para conquistar o público-alvo e valorizar a presença da empresa perante o mercado. Só que, além disso, uma dúvida continua a rondar muitos gestores: como fidelizar clientes?

Você provavelmente já deve ter se deparado com clientes exigentes e que necessitavam de obras urgentes, não é mesmo? Bons projetos arquitetônicos corporativos levam em conta diversos fatores para proporcionar resultados positivos.

Contudo, no mundo da arquitetura não basta apenas oferecer soluções arrojadas e criativas, por isso, resolvemos lhe ajudar e dar 7 dicas do que fazer para conquistar seus clientes de vez. Acompanhe a leitura!

1. Conheça o seu público

Antes de implementar qualquer estratégia, tenha em mente que saber quem você quer atingir com campanhas e com a divulgação do seu negócio é o ponto de partida de uma história de sucesso.

Segmente sua base e foque suas atenções em uma audiência qualificada e que realmente esteja disposta a se beneficiar com o que você entrega. 

Quando não há conhecimento das necessidades dos consumidores, as táticas de marketing tendem a fracassar. Não adianta, por exemplo, oferecer projetos com divisórias para escritórios se os clientes desejam conhecer mais sobre móveis.

É preciso identificar o que o seu público valoriza e como é possível otimizar isso para gerar os números que espera. Compreender o comportamento de compra do consumidor, bem como suas atitudes e desejos pode facilitar — e muito — na hora de angariar uma base sólida de clientes.

2. Ofereça um atendimento assertivo

Qualquer pessoa gosta de ser bem tratada, não é verdade? Isso não será diferente com aqueles que estão buscando informações acerca de bons escritórios de arquitetura. Sendo assim, por mais que o público não esteja tão amistoso, faça o melhor para atendê-lo com educação e esclarecer as dúvidas que surgirem.

Um atendimento satisfatório também remete ao conhecimento que você e a sua equipe têm dos produtos ou serviços oferecidos. Se um dia aparecer algum cliente querendo um projeto para ter isolamento acústico no escritório, por exemplo, é indispensável passar as orientações exatas para realizar os procedimentos corretos.

Sabe aquela máxima de faça para os outros o que gostaria que fizessem para você? Então, assim que deve ser o atendimento em seu escritório de arquitetura. O tipo de abordagem faz a diferença em qualquer ramo de negócios, e quando isso está alinhado com o pessoal de vendas, a conversa tende a fluir.

3. Estabeleça uma boa comunicação

Partindo do mesmo preceito do atendimento de qualidade, verifique quais são os canais de comunicação mais interessantes para poder trabalhar a sua base de clientes. É fundamental identificar onde está o seu público-alvo e qual linguagem será utilizada para estabelecer um contato coerente.

Se você deseja que os consumidores se lembrem da sua empresa, é preciso ter presença na vida deles de alguma forma, seja offline ou online. Embora a comunicação por meio de jornais, revistas, TV, rádio e demais mídias possa apresentar resultados agradáveis, às vezes é preciso estreitar a sua estratégia e se arriscar no digital.

Para isso, tenha um site estruturado, um blog com postagens periódicas, redes sociais ativas e construa uma relação de parceria com seus consumidores.

4. Proporcione serviços de qualidade

Parece algo meio óbvio, mas muitas empresas pecam nesse quesito ou acabam relaxando por acharem que alcançaram um patamar agradável. No entanto, os clientes buscam excelência o tempo todo, e você só vai conseguir fidelizá-los a partir do momento que entregar o melhor e com frequência.

Uma boa gestão do escritório de arquitetura precisa contar com processos muito bem estipulados e que correspondam às necessidades e aos anseios dos consumidores. Desenvolver projetos que contribuam de verdade com o ambiente corporativo pode aumentar, consideravelmente, a credibilidade do seu negócio.

Isso proporciona um êxodo natural de pessoas que procurarão os seus serviços, tendo em vista que obtiveram ótimas recomendações. A divulgação adquirida de forma espontânea é um passo essencial para ter um retorno melhor sobre o investimento aplicado.

5. Organize sua agenda de entregas

A organização faz a diferença em qualquer projeto, além de causar uma boa impressão em seus clientes, afinal, ninguém vai procurar arquitetos que não priorizam processos bem desenvolvidos.

Crie, então, um cronograma acerca das atividades e prazos que precisa cumprir e coloque como foco fazer o possível para proporcionar soluções plausíveis.

É necessário otimizar o seu dia para conseguir entregar o que os clientes esperam da sua empresa, visto que isso facilita a definição de outras questões, tais como fornecedores, tipos de materiais, mão de obra, etc.

Ofereça sempre orçamentos detalhados do que será feito no projeto e instrua seus clientes sobre todo o processo executado, a fim de mostrar a importância daqueles ajustes para o bom funcionamento do negócio deles. Veja quais são as melhores alternativas e jamais prometa algo que não tem condições de cumprir.

6. Disponibilize preços justos

Se a pessoa confiou em seu escritório de arquitetura para executar as mudanças que ela precisa, a política de preços obviamente deve ser diferenciada. Clientes satisfeitos não veem o porquê de correrem para a concorrência, mas isso começa a ser desenvolvido a partir dos valores cobrados.

Seus consumidores precisam compreender a importância de cada ajuste, a razão de ter mais praticidade no escritório e demais detalhes inerentes ao projeto. Analise quais são os preços praticados no mercado e estruture seu orçamento para que ele seja o mais coerente possível com a proposta desenvolvida.

Tenha como objetivo o encantamento do seu cliente com aquilo que você tem a oferecer, portanto, não meça esforços para garantir um serviço idôneo e de boa qualidade. Saiba ter flexibilidade nas negociações e dê opções com um bom custo-benefício diante das necessidades apresentadas pelos clientes.

7. Cuide do seu pós-venda

Não basta apenas realizar todas as etapas anteriores e descuidar do que vem depois, de como está o grau de satisfação dos seus clientes e se há a possibilidade de realizarem negócio novamente. Meça os resultados das obras executadas e faça-se presente na mente dos interessados na sua empresa.

Esteja sempre inovando e agregue valor aos interesses de cada consumidor. Lembre-se de que o contato posterior à venda precisa ser o melhor possível e, para isso, indique algo que talvez eles possam querer, tendo como base os projetos anteriores.

Ouça com atenção o que os seus clientes têm a dizer e quais as observações que podem influenciar na sua prospecção. Caso a pessoa que fechou negócio tenha um perfil investidor, será uma ótima oportunidade trabalhar novas soluções e mostrar o quanto o seu escritório é bom no que faz.

Para finalizar este texto, entenda que é preciso inovar constantemente e reciclar conceitos, aprendendo sobre as novas tendências e colocando em vigor o que há de melhor na arquitetura.

Se você curtiu as informações passadas sobre como fidelizar clientes, então siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as nossas atualizações: estamos no Facebook, no Instagram e também no LinkedIn!