As plantas invadiram não apenas as residências, mas também os ambientes de trabalho. Trazendo uma sensação de relaxamento e de contato com a natureza, elas conferem a lugares inicialmente mais corporativos um ar de conforto e tranquilidade. Pensando nisso, arquitetos e designers têm procurado cada vez mais soluções que promovam a sensação de bem-estar e conforto dentro de empresas e ambientes corporativos. E é nesse sentido que as tendências de paisagismo de interiores vêm ganhando força, ao lado de conceitos como a biofilia.

Neste artigo, explicaremos do que se trata esse conceito, quais são as características do design biofílico e como a arquitetura paisagista impacta positivamente no ambiente projetado dentro das empresas. Afinal, o espaço corporativo também pode oferecer conforto e atuar no bem-estar das pessoas, aumentando sua produtividade e saúde mental.

Quando falamos sobre tendências, estamos falando não apenas sobre o comportamento de consumo atual das pessoas, mas também quais são as descobertas e criações que têm influenciado a arquitetura corporativa. Em geral, o paisagismo busca criar um ambiente corporativo mais harmonioso e prazeroso para o convívio das pessoas, e isso inclui uma série de escolhas realizadas pelo arquiteto para atingir esse objetivo.

A partir disso, neste texto citaremos algumas das principais tendências que podem influenciar as empresas, pensando na construção de um escritório mais saudável e que se preocupe com a relação das pessoas com a natureza. Mas, antes, falaremos um pouco sobre a biofilia, e por que ela é tão essencial nesse processo.

O que é biofilia e como ela impacta a arquitetura de interiores?

biofilia-paisagismo

De maneira geral, o termo ‘biofilia’ pode ser traduzido como ‘amor às coisas vivas’. Embora desconhecido por muitas pessoas, seu uso na arquitetura não é novo. Nos últimos anos, ela vem se tornando uma tendência de paisagismo sempre presente nos campos da arquitetura e do design de interiores, sendo utilizada pela primeira vez em meados dos anos 60.

O princípio por trás do design biofílico é simples. Seu objetivo é conectar pessoas com a natureza, provendo mais bem-estar. Assim, arquitetos buscam alcançar essa conexão integrando a natureza em seus projetos, inclusive na construção de espaços corporativos. Para isso, a principal estratégia é trazer elementos do mundo natural como água, vegetação e luz natural para lugares fechados. Em um ambiente em que as pessoas passam, em média, 8 horas do seu dia sentadas dentro de um escritório, essa escolha é extremamente significativa. Isso porque ela afeta diretamente o humor e produtividade dos colaboradores.

Recentemente, cada vez mais arquitetos têm integrado elementos biofílicos em escritórios modernos, visando aumentar a criatividade das equipes e conseguir resultados melhores em um espaço mais confortável e harmonioso. Ou seja, as escolhas feitas pela arquitetura paisagista vão muito além da estética, mas influenciam diretamente em como as pessoas se sentem em seu dia a dia.

5 tendências de paisagismo no meio corporativo para 2021

A seguir, trouxemos algumas das principais tendências no paisagismo de interiores para 2021, que podem facilmente ser adaptadas para ambientes de trabalho em qualquer empresa. Todas elas trazem conceitos trabalhados pela biofilia, que busca essa maior conexão das pessoas com a natureza, incorporando elementos que remetem a ela. Então, vamos começar.

O uso do verde

paisagismo-biofilia

É inegável o efeito das cores no ambiente de trabalho. E quando falamos do verde, sua relação imediata com a natureza. Por isso, aplicar tons esverdeados em seu projeto pode fazer toda a diferença, e auxiliar muito na construção do paisagismo. Utilizado em geral como uma pequena intervenção no espaço, um pequeno toque de verde sugere o uso de plantas espalhadas pelo escritório, mas também pode ser realizado a partir da escolha da cor do mobiliário.

Outra dica é fazer a pintura alternada de paredes verdes com cores mais claras, como o branco, ajudando a montar esse ambiente voltado para a natureza. Paredes compostas por plantas também podem ser uma boa pedida, além de ajudar a melhorar a acústica do escritório e favorecer a concentração dos funcionários. Além disso, a cor pode estar presente na escolha de sofás, almofadas e objetivos decorativos.

Relação marca x natureza

O uso de plantas pode ser realizado de formas mais criativas do que imaginamos. Em recepções e paredes de destaque, por exemplo. Uma tendência é fazer a relação da sua marca com a natureza, criando um logotipo composto em seu interior por plantas, ou colocando-a no meio de um paredão todo preenchido por plantas diversas, mesmo que artificiais.

Árvores preservadas

Outra tendência de paisagismo de interiores é incluir árvores preservadas em ambientes fechados. Com isso, você pode escolher árvores artificiais de diferentes espécies e tamanhos, tudo feito sob medida. Geralmente, elas chamam muita atenção por sua imponência e conferem essa sensação de contato com a natureza aos seus clientes e funcionários.

Vegetação natural

É claro, nada impede que o paisagismo de interiores seja composto por vegetação e plantas naturais. Porém, para isso, é preciso prever se as condições climáticas são ideais, calculando a iluminação do local e fazendo o controle de temperatura adequado. Apesar de exigir um pouco mais de cuidado, a escolha pela vegetação natural também traz mais vida ao ambiente, desde que as plantas sejam cuidadas regularmente.

Elementos da natureza

biofilia-tendencias-de-paisagismo

Não apenas a vegetação é buscada na hora de montar um projeto corporativo voltado para o paisagismo, mas também outros elementos utilizados em sua forma orgânica. Como aprendemos ao estudar o conceito de biofilia, a madeira também pode conferir ao espaço essa sensação de conexão com a natureza. E o melhor é que esses materiais podem ser facilmente encontrados em mobiliários, mesas de escritório, cadeiras com pé de madeira, mesas de apoio e muito mais.

Assim como a madeira, a água é mais um elemento que serve para essa finalidade, Para isso, o paisagismo de interiores pode utilizar quedas de água estrategicamente projetadas, fontes espalhadas pelo escritório ou em salas de descanso, e até mesmo pequenos lagos artificiais, geralmente construídos na entrada da empresa.

E então, o que achou das dicas para as tendências de paisagismo em 2021? Acredita que alguns desses conceitos podem ser aplicados no dia a dia da sua empresa?

Há mais de 35 anos no mercado, a Marelli tem como um dos seus principais valores o respeito ao meio ambiente. Por isso, utilizamos tecnologias limpas, matérias-primas certificadas e controladas em todos os nossos produtos, promovendo sempre o uso racional dos recursos naturais do nosso planeta.

Para conhecer nossas soluções para seu projeto de paisagismo corporativo, acesse a linha Arco da Marelli. Fruto de uma parceria com o designer Guilherme Wentz, ela é inspirada nos elementos da natureza e suas formas, possuindo um design contemporâneo para cadeiras, poltronas estofadas, mesas de apoio e muito mais!