Os princípios da arquitetura sustentável vão muito além de usar os recursos naturais de forma consciente. Vários aspectos são levados em conta. Confira alguns exemplos de construções sustentáveis no Brasil e no mundo e se inspire.

A prática da arquitetura sustentável não é recente, mas vem ganhando cada vez mais força com grandes projetos internacionais e nacionais que seguem os pilares da sustentabilidade: 

  • Valorização social
  • Viabilidade econômica
  • Uso racional dos recursos naturais

O termo começou a ser mais utilizado a partir da década de 1980, especialmente após a realização da ECO 92, no Rio de Janeiro. A partir de então, diversas construções têm buscado aliar as necessidades urbanas a técnicas e os processos que garantam a preservação do meio ambiente.

Após a leitura deste post você saberá um pouco mais da já considerada arquitetura do futuro, entendendo seus princípios e conhecendo grandes exemplos da arquitetura sustentável. Confira!

O que é arquitetura sustentável?

Tanto em escritórios pequenos quanto em grandes construções, os princípios da arquitetura sustentável vão além do uso de materiais reciclados ou da busca por fontes alternativas de energia. 

Saber o que é arquitetura sustentável envolve tudo isso ainda outras coisas. O conceito de sustentabilidade também está fortemente atrelado à viabilidade financeira e à valorização dos trabalhadores.

Por isso, são consideradas sustentáveis as construções que, de alguma forma, minimizam impactos negativos no meio ambiente natural, social ou econômico. São, portanto, características dessa vertente da arquitetura:

  • adequação às normas de descarte de materiais e resíduos;
  • uso racional de matérias-primas naturais;
  • investimento financeiro consciente e equilibrado;
  • adoção de novas tecnologias para a otimização do consumo energético;
  • mais saúde humana e produtividade nas relações de trabalho.

Todos esses aspectos começam a ser levados em conta no gerenciamento de obras e encaminham para uma mudança de comportamentos e princípios.

Por que arquitetura sustentável tem ganhado força? 

Mais do que modismo ou tendência, a arquitetura sustentável pode ser considerada uma megatendência: ela é uma transformação de grandes proporções que envolve questões até mesmo culturais e sociais.

Isso acontece porque as pautas ambientais estão sendo cada dia mais debatidas. Questões como a situação climática do planeta, o esgotamento de recursos naturais e o problema das fontes de energia colocam a discussão em destaque.

Diante disso, com os princípios da arquitetura sustentável nos dias de hoje, é impossível deixar de levar em conta a adoção de alternativas que consigam unir as necessidades humanas atuais e as preocupações com o meio ambiente natural — principalmente nas grandes cidades.

Algumas das práticas mais adotadas em projetos sustentáveis são:

  • Reaproveitamento de água da chuva
  • Uso de painéis fotovoltaicos
  • Implantação de telhados verdes

Contudo, a criatividade não tem limites e a cada dia surgem novas opções de arquitetura ecológica.

Exemplos de arquitetura sustentável 

Como vimos, de acordo com os princípios da arquitetura sustentável, o objetivo é proporcionar melhorias na qualidade de vida, além de trazer à tona a necessidade de uma postura mais consciente frente aos desafios ambientais.

Quer ver como tudo isso se aplica na prática? Confira exemplos de arquitetura sustentável que servem de inspiração para novos caminhos possíveis para construções sustentáveis e ecologicamente corretas. Para isso, confira a seguir algumas construções sustentáveis no mundo.

Exemplos de construções sustentáveis no mundo

  1. Sede do The New York Times 

O grande trunfo da sede do jornal The New York Times é o uso de cortinas de vidro ultra-clear, que maximizam a incidência de luz natural e reduzem significativamente a necessidade de luz artificial.

Dentre as outras características sustentáveis, algumas que se destacam são:

  • Sistema de ventilação do local que aproveita o ar de fora;
  • Parte da energia elétrica consumida vem de um sistema interno de cogeração de gás;
  • Quase todo o material usado em sua construção é de origem reciclada.

A sede foi projetada pelo arquiteto Renzo Piano e é uma megaestrutura, contando com 52 pavimentos. Esse é um ótimo exemplo de que, mesmo em meio às maiores metrópoles, é possível adotar os princípios da arquitetura sustentável para minimizar os danos da urbanização.

  1. Aeroporto de Oslo, na Noruega

Inaugurado em 1995, o Aeroporto de Oslo também é considerado um grande exemplo de arquitetura sustentável. Afinal, os materiais utilizados em sua construção garantem um melhor desempenho da estrutura.

O local também funciona a partir de bioenergias e conta com a maior área verde em terminais aéreos do mundo. Essa característica rendeu ao Aeroporto o selo do BREEAM (Building Research Establishment Environmental Assessment Method) — o mais importante certificado de avaliação ambiental para edifícios do mundo.

No verão, o sistema de resfriamento faz uso da neve coletada no inverno e mantida em um reservatório próprio. Além disso, a gestão de energia do local possibilitou uma redução significativa de gastos em relação ao antigo terminal.

  1. Heidelberg Village, na Alemanha

Os alemães são responsáveis pela construção do primeiro condomínio sustentável do mundo, o Heidelberg Village. Em sua planta, o complexo conta com mais de 160 apartamentos que são abastecidos com uma usina solar própria.

O projeto tem como sua principal motivação a busca por autossuficiência energética — por isso, os telhados são cobertos de placas fotovoltaicas, árvores e plantas.

Além disso, a Alemanha tem em seu território o projeto pioneiro da arquitetura sustentável, o edifício-sede do banco Commerzbank, localizado em Frankfurt. Projetado em 1990, ele busca explorar positivamente a natureza, partindo da iluminação até a ventilação e a refrigeração do ambiente.

Arquitetura sustentável no Brasil 

Engana-se quem pensa que adotar os princípios da arquitetura sustentável é exclusividade de outros países. Alguns grandes exemplos de arquitetura sustentável no Brasil são:

  • Casa Container, em Curitiba 
  • Casa sem Tijolos, também em Curitiba
  • Casa Sustentável, em Brasília

No entanto, destaca-se a Casa Folha, no Rio de Janeiro, projetada pelos escritórios Mareines e Patalano Arquitetura e localizada em Angra dos Reis. 

Casa Folha: Casas  por Mareines+Patalano Arquitetura,Tropical

De inspiração majoritariamente indígena, o projeto recebe esse nome porque seu telhado é em formato de folha e funciona como uma grande planta, que protege o interior da luz solar e proporciona grande ventilação.

Toda a madeira utilizada na construção é de reflorestamento e considerada matéria-prima renovável. Além disso, a Casa Folha tem uma tecnologia natural de resfriamento e de iluminação.

Viu só como saber o que é arquitetura sustentável, e colocá-la em prática, além de fazer bem para o meio ambiente, é muito viável? O mais legal é que os princípios da arquitetura sustentável não precisam fazer parte apenas de projetos novos, mas podem ser gradualmente incluídos em todo e qualquer tipo de construção.

Mas além de se preocupar com os princípios da arquitetura sustentável no projeto do escritório, você também precisa pensar no bem-estar dos colaboradores. Mas aí já bate aquela dúvida, qual o melhor fornecedor dos móveis para esse projeto

É preciso pensar se a qualidade irá atender seu cliente, se terá a ergonomia adequada e até mesmo se vão entregar e montar no prazo!  

Nós sabemos da importância e responsabilidade que você tem com seu cliente! 

Com o diferencial de oferecermos uma solução completa em assentos, mobiliário e divisórias piso teto, estamos prontos para atender a demanda do seu cliente de forma diferenciada!

Solicite seu Orçamento Agora! ← 

E conte com a qualidade e tradição de uma empresa que está há mais de 35 anos no mercado e possui mais de 30 lojas pelo Brasil e América do Sul!