Uma peça reformada ou um tampo de madeira que vira uma nova mesa são exemplos rápidos que vem a cabeça quando falamos sobre mobiliário sustentável.

Com a sustentabilidade em escritórios e também nos projetos residenciais em alta, todas as soluções envolvem algum princípio da arquitetura sustentável.

Um desses princípios envolve o uso de móveis na decoração sustentável de espaços corporativos, criando ambientes convidativos e com mais significado.

Afinal, valorizar a arquitetura sustentável em seus projetos demonstra os valores que uma empresa valoriza e seu esforço em alcançá-los.

Quer entender melhor o que é mobiliário sustentável, quais são as características para ele ser classificado como tal e os principais materiais que contribuem para a sustentabilidade do planeta? Continue lendo!

O que é mobiliário sustentável?

O mobiliário sustentável são todos os tipos de móveis — mesas, cadeiras, sofás, luminárias, etc — fabricados com processos de produção que causam pouco ou nenhum impacto ao meio ambiente.

A decoração sustentável com estes tipos de peça também é chamada de eco friendly, ou seja, amigável ao meio ambiente. 

Mas o conceito não se limita apenas a produção do móvel. Outros fatores são considerados como: a extração da matéria-prima, como é feito o transporte e a utilidade do mobiliário.

Vamos explorar a seguir cada uma dessas características do mobiliário sustentável.

Características de um móvel sustentável

caracteristicas-mobiliario-sustentavel

Imagem: Reprodução/Forest & Maker.

Para você saber identificar e garantir a quem perguntar que seu mobiliário é realmente sustentável, você precisa conhecer os seguintes processos:

1 – Como o material é obtido

O mobiliário sustentável vem de fontes facilmente renováveis. O bambu é um exemplo de material que cresce rapidamente e pode ser reposto sem muitas dificuldades.

Materiais que são recicláveis ou que reutilizados para um novo propósito também são considerados mobiliários sustentáveis.

Até o acabamento desses materiais interfere na sustentabilidade do processo. Móveis com baixo teor de VOC (compostos orgânicos voláteis que aos poucos libera elementos químicos dos materiais no ambiente), por exemplo, tornam o mobiliário menos tóxico. 

2 – Como o móvel é fabricado

Depois de escolher a fonte do material, outro requisito do mobiliário sustentável é ter um processo de fabricação que não agrida o meio ambiente.

Emissão de carbono, produção e eliminação de resíduos, os impactos da fabricação na comunidade ao redor da empresa são fatores importantes com os quais a empresa deve se preocupar.

As empresas realmente sustentáveis nos seus processos, tem políticas para minimizar esses impactos ambientais e se preocupam em integrar a comunidade, criando novas oportunidades de emprego e capacitação profissional.

3 – Como o mobiliário é transportado

O transporte também é um processo que faz parte da cadeia do mobiliário sustentável.

Todo tipo de transporte usa energia e emite gases no ambiente e isso tem seu impacto. Porém, hoje existem alternativas para reduzir essas emissões e economizar nos combustíveis durante o transporte.

Uma empresa eco friendly deve se preocupar em fazer seu produto chegar até o cliente da maneira mais sustentável possível.

Valorizar as iniciativas locais de produção de mobiliário sustentável também é uma maneira de minimizar o impacto com o transporte. 

Além de favorecer todo o restante do ciclo: a captação de matéria prima próxima e uma fabricação com uma logística mais simplificada.

4 – Usabilidade do produto

Todo o processo que descrevemos deve resultar em um móvel que acima de tudo é útil.

Um mobiliário sustentável deve ser durável, confortável, fácil de usar. Algumas peças podem podem ser planejadas para serem multifuncionais, o que também gera economia.

E quanto mais o produto permanecer em bom estado de uso, tendo uma boa longevidade, melhor para o meio  ambiente.

Agora que você sabe identificar um mobiliário sustentável, vamos conhecer alguns dos materiais mais comuns usados na sua fabricação.

Materiais de mobiliário sustentável

materiais-mobiliario-sustentavel

Imagem: Reprodução/Bene.

Metal, aço e alumínio

Você pode estranhar começarmos por materiais com processos de produção altamente poluentes e que utilizam muita energia.

Mas o metal, o aço e o alumínio são excelentes materiais para reciclar em mobiliário sustentável, o que os transforma de resíduo em matéria prima para novas criações, com novos usos. 

Procurar empresas que tenham o objetivo e práticas consolidadas para diminuir seu impacto ambiental, usando fontes de energia renovável, por exemplo, é uma forma de fazer um compra consciente. 

Madeira

A madeira é um dos materiais mais usados para produzir mobiliário sustentável.

Sua versatilidade permite que um móvel antigo seja desmembrado em várias peças de decoração sustentável novas. O que significa gasto zero com o material inicial e você pode manter peças de valor afetivo perto de você.

Muitas empresas recolhem tipos de madeira para reaproveitá-la na criação de mobília. É um processo trabalhoso, mas a madeira é extremamente durável e por isso vale a pena.

Além do reaproveitamento, existe a madeira certificada. Isso significa que o material foi extraído de forma sustentável e que o local de origem recebe apoio para ser reflorestado.

É importante checar as credenciais da empresa em relação ao cumprimento dessa legislação. Infelizmente, existem muitas que se dizem comprometidas, mas que na prática não são. 

Vime

O vime é uma material natural usado não só para criar opções de mobiliário sustentável, mas também outros objetos de decoração mais rústicos.

Para se ter uma ideia, a técnica de trançar as fibras do vimeiro existe desde o Egito antigo!

É uma fonte renovável e cresce mais rápido que o bambu e bem mais que a madeira. 

Com o vime é possível criar cadeiras e mesas bastante duráveis e que demoram a mostrar sinais de desgaste.

Esse tipo de trabalho geralmente é feito em comunidades pequenas e a produção envolve todos os membros, contribuindo para a cidadania e o desenvolvimento econômico local.

Bambu

O bambu é útil na criação de mobiliário sustentável porque é uma fonte renovável e de rápido crescimento.

Uma curiosidade é que o bambu libera 35% mais oxigênio em relação às árvores de floresta. Os móveis produzidos também são altamente duráveis e resistentes.

Arquitetura sustentável: crie projetos marcantes

A arquitetura sustentável vai além da escolha do mobiliário. Mas este processo de escolha pode ser muito prazeroso para você, como profissional, e para a fidelização de clientes

Procure soluções inovadoras de produtores locais da sua região, pesquise as novidades e use o mobiliário sustentável para contribuir com a arquitetura com mais propósito. 

Nós sabemos da importância e responsabilidade que você tem com seu cliente! 

Com o diferencial de oferecermos uma solução completa em assentos, mobiliário e divisórias piso teto, estamos prontos para atender a demanda do seu cliente de forma diferenciada!

Solicite seu Orçamento Agora! ← 

E conte com a qualidade e tradição de uma empresa que está a mais de 35 anos no mercado e possui mais de 30 lojas pelo Brasil e América do Sul!