Embora possa soar como clichê, a frase “a propaganda é a alma do negócio” continua verdadeira e atual. No mundo de hoje, em que as pessoas gastam muito tempo e consomem uma quantidade enorme de informações via internet e redes sociais, surgem oportunidades incríveis de marketing para arquitetos.

E você, sabe como atrair e fidelizar clientes nesses meios? Pois, neste post, vamos tratar desse assunto e mostrar como é possível captar não só oportunidades de negócio, mas também transformar a sua marca em uma referência no setor. Então, continue a leitura e confira nossas 7 dicas imperdíveis!

1. Não dispense o portfólio online

O nome de um arquiteto representa mais do que uma série de atividades e de ações que ele executa. Seus projetos revelam um estilo próprio, uma personalidade que fica impressa em cada ambiente desenhado.

Seu portfólio é justamente a expressão desse estilo, revelado por meio de seus projetos de arquitetura e de decoração. Portanto, fotografe cada trabalho em suas diferentes etapas e, principalmente, o resultado final.

Quando um arquiteto conclui um projeto incrível mas não fotografa esse ambiente, sua existência se restringe a um pequeno grupo de pessoas que vai usufruir daquele espaço.

Nos dias atuais, isso ganha uma nova dimensão — o que não está online, simplesmente não existe. Portanto, capriche em seu portfólio online. Explore os diferenciais com imagens sob diferentes ângulos, possibilidades de iluminação, entre diversos outros atrativos.

2. Mantenha seus perfis nas redes sociais atualizados

O trabalho de um arquiteto produz um resultado visual inquestionável. Por isso, ele não pode deixar de estar presente nos meios que potencializam essa exposição: as redes sociais.

Nesse sentido, é fundamental que seu escritório tenha um perfil nas redes mais relevantes para o seu público-alvo. Devido ao apelo visual, Instagram e Pinterest são muito importantes para arquitetos.

Porém, se o seu foco são projetos corporativos, além dessas duas redes, é imprescindível marcar presença no LinkedIn. Embora o apelo dessa plataforma não seja a imagem, você precisa mostrar a relevância do seu trabalho lá. Vá ao próximo tópico para entender o porquê.

3. Produza conteúdo

Na internet, conteúdo é “rei”. E um bom conteúdo é o elemento que atrai visitantes, transforma-os em fãs, produz engajamento e compartilhamentos. Ele pode ser apresentado de diversas formas: imagens, vídeos, variados recursos multimídia, textos, infográficos, realidade virtual e mais uma série de possibilidades menos conhecidas ou em desenvolvimento.

Para você que é arquiteto, isso é extremamente relevante. É possível produzir conteúdo diversificado, explorando os diversos interesses das pessoas, tais como:

  • dicas de arquitetura e de organização do espaço — podem ser feitas por meio de vídeos no YouTube, onde é possível criar um programa semanal ou mensal;

  • inspiração — fotos dos seus projetos publicadas no Pinterest ou no Instagram;

  • tutoriais e explicações — é possível produzir esses tipos de materiais tanto em vídeo quanto em texto, mostrando como as pessoas podem encontrar soluções para problemas diários relacionados ao universo da arquitetura;

  • blog — seu blog pode transformar você em uma autoridade na área. Ao produzir o conteúdo que o público interessado em arquitetura busca, é possível se tornar uma referência no setor;

  • cultura e atualização — você pode postar dicas de exposições, locais interessantes para visitar, eventos relacionados ao setor etc. Uma excelente opção é usar o Snapchat para divulgar vídeos curtos e imagens da sua presença nesses lugares.

Esses são apenas alguns exemplos, porém muito mais pode ser feito para divulgar conteúdo e fortalecer seu nome no mercado. Um ponto extremamente importante é que, se você trabalha com arquitetura corporativa, precisa investir no LinkedIn.

É pertinente destacar que, nesta rede, o arquiteto corporativo pode “vender seu peixe” justamente para seu público-alvo: proprietários de negócios e membros do alto escalão que têm papel decisório nas organizações.

Grande parte do seu sucesso depende de convencê-los de que um projeto de arquitetura para o ambiente de trabalho é um investimento que resulta em benefícios para a empresa. Por isso, crie conteúdo (textos, vídeos, infográficos) que fale sobre isso. Você pode abordar temas como:

  • a importância do layout da fábrica para a produtividade;

  • a influência do design de interiores para o bem-estar dos funcionários;

  • como a arquitetura pode reduzir os ruídos no ambiente corporativo e favorecer o rendimento do trabalho;

  • como um ambiente bem desenhado cria uma imagem corporativa positiva e contribui para conquistar clientes;

  • como o layout da loja pode aumentar o desejo de compra.

4. Ofereça soluções

Como você pode conquistar sua audiência? Com informações úteis, que vão mostrar como soluções relacionadas à arquitetura podem resolver problemas que as pessoas enfrentam no dia a dia.

Assim sendo, produza conteúdo diferenciado com essas soluções. Informe os visitantes do seu site, do seu blog ou das suas redes sociais que eles podem receber um e-book, um infográfico ou acesso a um minicurso por e-mail. Coletar esses dados de contato dos usuários é bastante significativo para sua próxima etapa: investir no e-mail marketing.

5. Invista em e-mail marketing

Quando você coleta o e-mail de algum dos visitantes dos seus diversos canais de comunicação, é possível ter uma certeza: em algum nível, ele está interessado nos temas abordados ou, até mesmo, nos seus serviços. Na linguagem do marketing, ele se tornou um lead ou um seguidor.

Portanto, trata-se de um primeiro filtro que mostra que esse pode ser um cliente em potencial. É hora, então, de nutrir esse lead por meio de conteúdo, usando e-mail marketing. Em um primeiro momento, você pode utilizar esse contato para informar sobre os novos posts do seu blog ou o vídeo mais recente do seu canal do YouTube, ou, ainda, para enviar uma newsletter periódica.

À medida que o interesse aumenta, é possível estreitar esse relacionamento e começar a ofertar serviços ou produtos. Para se ter uma ideia da efetividade desse método, 59% dos profissionais que atuam em marketing B2B entendem que o e-mail marketing é o canal mais eficaz para gerar conversões e receita.

6. Promova eventos

Uma outra maneira de chamar a atenção para o seu trabalho é promover eventos. Eles podem acontecer presencialmente ou por meio da realização virtual desses encontros.

Você pode criar semanas dedicadas a um assunto específico, de acordo com o foco do seu trabalho. Um bom exemplo seria “Semana da Arquitetura Corporativa”. Estabeleça parcerias com outros profissionais que também atuam nesse segmento, e promovam palestras transmitidas online, lives e transmissões, permitindo o envio de perguntas para seus especialistas responderem.

Os eventos servem tanto para aumentar sua base de leads (conseguir novos e-mails para enviar o link de acesso ao evento) quanto para melhorar o relacionamento com a base de leads que você já possui.

7. Anuncie

Quem vive de orgânicos é uma determinada apresentadora de programa culinário em TV a cabo, não é verdade? Então, principalmente no início da divulgação, é provável que você precise pagar por anúncios para promover seu site e seus conteúdos.

A vantagem é que, no marketing digital, esse investimento é bastante acessível e permite segmentar seu público-alvo, tornando a exibição do anúncio muito mais efetiva.

Entendeu agora como a internet traz inúmeras oportunidades de marketing para arquitetos? Achou as sugestões interessantes? Aproveite e compartilhe o post em suas redes sociais! Com certeza essas dicas podem ser aproveitadas por muitos dos seus contatos.