Embora algumas pessoas tenham um ritmo biológico diferente, o fato é que a maioria desperta automaticamente com a presença de luz natural. E não se trata apenas de acordar. A iluminação natural na arquitetura, principalmente, do ambiente de trabalho desencadeia vários efeitos no organismo como disposição, alegria e energia.

Mas os motivos para inserir luz natural na arquitetura do ambiente de trabalho não param por aí. Por isso, resolvemos falar sobre como um projeto contribui para a qualidade de vida dos trabalhadores, aumenta a produtividade e reduz custos.

Ficou interessado em saber mais? Continue a leitura e aprenda informações importantes sobre iluminação natural na arquitetura. 

Benefícios da iluminação natural na arquitetura do ambiente de trabalho

Quando se fala em usar iluminação natural na arquitetura, muitas empresas pensam imediatamente na economia de energia. Esse é, realmente, um dos benefícios de projetos com essas características. Porém, não é o único.

O aproveitamento da luz natural influencia diretamente o comportamento humano. Ela regula nosso ciclo biológico, interferindo no ritmo cardíaco e circulatório. Em sua presença, corpo e mente entendem que esse é o momento da atividade e têm suas funções intensificadas. 

A situação contrária — ausência de luz natural — diz ao nosso cérebro que é hora de descansar. Por isso, ambientes mal iluminados ou que contam apenas com iluminação artificial contribuem para a redução da produtividade dos indivíduos. 

Outro ponto importante a destacar sobre os benefícios da luz solar se relaciona ao bem-estar. A luz natural deixa as pessoas mais otimistas. Isso se reflete em maior disposição para enfrentar os desafios do trabalho e no aumento do nível de satisfação com a empresa.

A iluminação natural também traz muitos benefícios à saúde: ela é um antibiótico natural e proporciona vitamina D ao organismo. 

Além disso, projetos com iluminação natural na arquitetura ajudam a empresa a usar menos recursos naturais (como energia), sendo um passo importante para a sustentabilidade do planeta.

Como otimizar a iluminação natural na arquitetura do ambiente de trabalho

Quer saber como criar um projeto para inserir a iluminação natural na arquitetura do ambiente de trabalho? Então fique atento às nossas dicas!

1. Observe a carta solar

produtividade-luz-natural-trabalho

É bom que as aberturas de iluminação natural levem em consideração o posicionamento do sol. De preferência, elas devem permitir a entrada da luz no período da manhã. Se o contrário acontecer, pode ser que a claridade não seja bem aproveitada.

Se as janelas ficam abertas para o lado onde o sol bate à tarde, existe o risco de o ambiente precisar de luz artificial durante a manhã, pois não será bem iluminado nesse período. 

Como a claridade da tarde costuma ser mais forte, ela pode incomodar os funcionários, que deixarão as cortinas fechadas e não aproveitarão essa luz.

2. Evite excessos

iluminacao-ambiente-trabalho

Trabalhar com excesso de iluminação também é desconfortável e improdutivo. Essa situação provoca ofuscamento e exige um esforço maior para a realização de atividades. 

Portanto, estabeleça barreiras para controlar a iluminação natural na arquitetura, de acordo com o layout de cada ambiente.

3. Use transparências

beneficios-iluminacao-natural-arquitetura

Muitas vezes é preciso delimitar o espaço interno, o que faz com que determinadas salas não recebam luz solar. 

Uma alternativa é segmentar os espaços, pelo menos parcialmente, com divisórias e portas de vidro, permitindo o aproveitamento da iluminação natural na arquitetura.

4. Cuide do posicionamento

Posicione corretamente outros elementos do ambiente, para evitar que a luz natural prejudique as atividades dos colaboradores. 

Os monitores, por exemplo, não podem ficar de frente para as janelas, onde terão uma grande incidência de reflexo.

5. Integre áreas abertas

luz-natural-ambiente-corporativo

Se possível, integre espaços internos e externos. Uma área de contato com a natureza, jardins de inverno e as soluções de paisagismo ajudam a melhorar o bem-estar e aliviar a tensão com a iluminação natural na arquitetura do ambiente de trabalho.

6. Use a iluminação zenital

iluminacao-zenital

Nem sempre é possível ampliar as janelas para ter iluminação natural na arquitetura. Por isso, muitos arquitetos incluem a iluminação zenital em seus projetos. Painéis envidraçados, como claraboias e sheds, são alguns dos exemplos. 

Projetos de sucesso com iluminação natural na arquitetura 

Não poderíamos encerrar este post sem algum tipo de inspiração. Selecionamos alguns projetos que valorizam a iluminação natural na arquitetura e fazem dela um elemento importante na composição de ambientes. 

O resultado foi um sucesso, como você pode conferir!

Museu de Shenzhen

projeto-iluminacao-natural-museu

Por enquanto, trata-se apenas de uma proposta. No entanto, apesar de ainda não ter sido construído, o Museu de Arte e Biblioteca de Shenzhen, projetado por Steven Holl, já é visto como uma das referências quanto à utilização da iluminação natural na arquitetura.

O projeto prevê uma construção com janelas enormes, que proporcionam não só a luz solar. Elas permitem um diálogo entre o espaço interno e o externo, integrando-os pelo completo acesso visual.

O projeto prevê ainda outras funcionalidades que reduzirão o uso de energia, como resfriamento geotérmico e piso radiante. Se for realmente construído, pode se tornar um dos prédios mais sustentáveis do planeta.

Escritório da Selga Cano

A Selga Cano é um escritório de arquitetura inovador localizado perto de Madri, mas já fora do centro urbano, em uma floresta. Não só os projetos realizados para seus clientes são surpreendentes — eles usaram uma solução arrojada em sua própria sede.

Diferentemente de outras construções, a construção possui janelas enormes, que se estendem até uma parte do teto. Literalmente, trata-se de um “telhado de vidro”. 

O resultado é esteticamente incrível e sustentável. Ele é uma fonte de inspiração para os funcionários, que se beneficiam da iluminação natural na arquitetura e da visão da natureza. 

Além disso, a farta iluminação e a proximidade com a floresta contribuem para a economia de energia.

Sede da S2OSB

Tanto a sede principal quanto a sala de conferências da S2OSB, localizada na Turquia, desfrutam de abundante iluminação natural na arquitetura. A luz tem acesso ao prédio por aberturas em sua estrutura, despertando a curiosidade e produzindo encantamento.

O revestimento metálico com recortes geométricos estratégicos evoca a lembrança de origamis. O resultado estético é surpreendente: combina a solidez do metal, a leveza das formas e a incidência da luz — um verdadeiro banquete aos sentidos.

Em um país tão abençoado com abundância de Sol, como o Brasil, não se deve negligenciar a iluminação natural no ambiente de trabalho. Seu bom uso é gratuito e ainda proporciona bem-estar aos colaboradores e produtividade para a empresa. 

Integre a iluminação natural na arquitetura ao mobiliário

Entendeu por que é importante investir na iluminação natural na arquitetura do ambiente de trabalho?

Para valorizar todo o ambiente exposto pela luz, os móveis certos farão a diferença nos projetos dos seus clientes.  

Mas aí já bate aquela dúvida, qual o melhor fornecedor dos móveis para minha empresa? 

É preciso pensar se a qualidade irá atender seu cliente, se terá a ergonomia adequada e até mesmo se vão entregar e montar no prazo!  

Nós sabemos da importância e responsabilidade que você tem com seu cliente! 

Com o diferencial de oferecermos uma solução completa em assentos, mobiliário e divisórias piso teto, estamos prontos para atender a demanda do seu cliente de forma diferenciada!

Solicite seu Orçamento Agora! ← 

E conte com a qualidade e tradição de uma empresa que está a mais de 35 anos no mercado e possui mais de 30 lojas pelo Brasil e América do Sul!

Receba outras notícias e conteúdos importantes sobre arquitetura corporativa? Inscreva-se agora mesmo e receba nossa newsletter em seu e-mail!