Ao fazer gestão de escritório de arquitetura lembre-se de estar de acordo com os seguintes passos:

  1. Esteja alinhado com o mercado;
  2. Saiba calcular o preço dos seus serviços;
  3. Tenha um bom planejamento estratégico;
  4. Invista em conhecimento;
  5. Pense nos custos de mão de obra;
  6. Mantenha sua equipe motivada;
  7. Cuide do seu escritório;
  8. Escolha bem seus fornecedores.

Ter o próprio escritório de arquitetura é uma das principais apostas na carreira dos arquitetos. Embora os resultados sejam valiosos, quem já chegou lá sabe que essa tarefa não é nada fácil.

Depois de montar um escritório, a preocupação desses profissionais é outra: como otimizar a gestão do escritório de arquitetura para manter-se sempre no topo reduzindo custos, conquistando e fidelizando clientes

Nós sabemos que o gerenciamento de escritório de arquitetura envolve uma série de particularidades, que vão desde compreender a sazonalidade do mercado imobiliário até adaptar os projetos às necessidades da clientela.

Isso tudo, é claro, sem se esquecer organizar o ambiente de trabalho.

Para otimizar todos esses aspectos e realizar a gestão de escritório de arquitetura de forma ágil, sem prejuízos e sem dor de cabeça, trouxemos aqui os 8 passos para gerenciamento de escritório de arquitetura.

Fique ligado e planeje-se!

Como fazer Gestão de escritório de arquitetura e design?

1. Esteja alinhado com o mercado

É claro que o preço do seu projeto precisa levar em conta a qualidade do seu currículo, mas também é fundamental estar atento ao mercado. Afinal, o ramo das construções e imóveis nem sempre se encontra estável.

O melhor a fazer aqui é prestar muita atenção nos preços comumente praticados pelo mercado da arquitetura em sua localidade.

Dessa forma, será mais fácil acompanhar os altos e baixos da prática para, então, adaptar os valores dos seus projetos.

Antes elaborar sua proposta, portanto, você deve aprender algumas técnicas de como precificar seus serviços e se certificar de que pesquisou os preços cobrados pelos concorrentes para ter certeza de que está cobrando um preço justo e, ao mesmo tempo, mantendo a competitividade da sua empresa.

2. Saiba calcular o preço dos seus serviços

Além de estar sempre de olho no mercado, para precificar seu trabalho corretamente também é fundamental considerar que todo projeto envolve custos:

  • diretos e indiretos;
  • fixos ou variáveis.

Portanto, nunca aja por impulso. É preciso planejar-se estrategicamente para equilibrar os preços praticados no mercado e o valor dos serviços prestados pela sua empresa.

Por conta da sazonalidade que citamos anteriormente, é fundamental para a gestão de escritório de arquitetura e design colocar todos esses aspectos na balança tornou-se um exercício constante para quem gere um escritório de arquitetura.

Calcule exatamente os custos de cada serviço que será prestado, pensando desde as primeiras linhas do projeto até a sua concepção final.

Ah, e não se esqueça de incluir na conta a gestão de mão de obra e a quantidade de horas orçadas para as etapas do processo!

Leia também: Gestão de agenda para arquitetos: 7 dicas para otimizar o seu dia 

3. Tenha um bom planejamento estratégico

Planejamento é tudo! Preparar-se estrategicamente significa enxergar o seu trabalho sob todos os ângulos possíveis, traçando objetivos claros e métodos específicos para atingi-los, de modo a eliminar ao máximo os riscos envolvidos no processo.

Esse tipo de planejamento inclui, principalmente, os cuidados na gestão administrativo-financeira do negócio e na execução de cada obra em si.

Quanto às questões financeiras, preocupar-se com o fluxo de caixa é, sem dúvidas, a atitude mais importante.

Afinal, você precisa saber com exatidão tudo o que entra e o que sai do caixa da empresa, mantendo-se sempre em dia com seus fornecedores e demais despesas fixas.

Quanto aos projetos, cuide para que cada obra cumpra ao máximo tudo o que foi planejado, desde a execução até os prazos de entrega.

É claro que poderão surgir mudanças ao longo do processo, mas esteja certo de que você saberá geri-las sem interferir no andamento da obra.

4. Invista em conhecimento

É claro que um bom currículo ajuda bastante, mas não dá para ficar parado no tempo, certo?

Bons gestores estão sempre em busca de conhecimento e atualização de suas práticas: essa é a maneira mais eficaz de manter o seu escritório de arquitetura competitivo no mercado.

Sempre que possível, invista em novos cursos de capacitação e no seu networking.

Estar bem relacionado faz uma enorme diferença nessa área, pois é um jeito muito prático de:

  • reforçar os contatos;
  • aumentar a clientela;
  • alavancar novos projetos.

Para isso, marque presença nos principais eventos da sua área, sejam:

  • mostras;
  • exposições;
  • inaugurações e outros — o importante é estar onde os seus potenciais clientes estarão.

Frequentar as atividades do ramo também é essencial para ficar por dentro das tendências e práticas do mercado.

5. Pense nos custos de mão de obra

Sabemos que não é tarefa fácil possuir um escritório de destaque nesse mercado tão competitivo.

Contudo, uma dica muito valiosa para encurtar esse caminho é contar com uma equipe qualificada para a mão de obra. Assim, você garante que todos os projetos do seu escritório serão executados no mais alto padrão de qualidade, tecnologia e segurança.

É fato que possuir uma equipe diferenciada e altamente capacitada poderá gerar gastos um pouco maiores.

Porém, sua empresa sairá na frente no quesito custo-benefício, do qual também sabemos da importância.

Lembre-se que quando o assunto é construção, não dá para correr riscos com mão de obra desqualificada, ok?

6. Mantenha sua equipe motivada

Nada mais preocupante para a gestão de escritório de arquitetura do que perceber que a equipe não está plenamente envolvida nas funções do cargo, não é mesmo?

Como vimos no tópico anterior, contratar profissionais qualificados ajudará a manter essa questão sob controle. No entanto, você também pode dar uma mãozinha e motivar seus funcionários em cada função ou etapa do projeto.

A inspiração é um dos papéis primordiais de um líder, para isso:

  • ouça sua equipe;
  • esteja sempre aberto ao diálogo;
  • saiba delegar cada tarefa, aproveitando o potencial específico de cada colaborador.

Dessa forma, certamente seus funcionários vão se manter motivados mesmo diante dos maiores desafios do percurso.

7. Cuide do seu escritório

Regra básica: quem trabalha com arquitetura não pode ter um escritório bagunçado ou pouco funcional. Lembre-se: o seu ambiente corporativo é reflexo do modo como você trabalha.

Portanto, fazer a clientela se sentir confiante em um local de trabalho desorganizado é impossível, certo?

Para além de todas as questões administrativas listadas anteriormente, é imprescindível cuidar de cada detalhe da composição do escritório.

Interiores bem cuidados, harmoniosos e funcionais transmitem uma imagem positiva da sua empresa e, consequentemente, dos seus projetos. Portanto:

  • aproveite bem o espaço do escritório;
  • cuide do design;
  • escolha o mobiliário corporativo adequado;
  • reforce a identidade visual da sua marca.

Seguindo essa receita, é impossível dar errado.

8. Escolha bem seus fornecedores

Como dissemos ao longo deste artigo, contar com mão de obra de qualidade é fundamental para garantir a execução perfeita de seus projetos e a consequente:

Da mesma forma, escolher bem seus fornecedores é um passo fundamental para um projeto ser um sucesso ou fracasso. 

Eles são responsáveis pela qualidade da entrega, prazo e funcionalidade de diferentes recursos necessários para transformar seu projeto em realidade. 

Você está buscando um fornecedor responsável e de qualidade para seu projeto de arquitetura corporativa?

Já encontrou dificuldades com outros fornecedores, por falta de qualidade, ergonomia e até compromisso com o prazo de entrega de montagem? 

Na Marelli, estamos altamente comprometidos com a satisfação dos nossos clientes.

 

Com mais de 35 anos no mercado e mais de 30 lojas espalhadas no Brasil e na América do Sul, já comprovamos nossa capacidade em estabelecer relações de confiança a longo prazo com escritórios de arquitetura, designers de interiores e empresários.

Com o diferencial de oferecermos uma solução completa em mobiliário corporativo: assentos, móveis e divisórias piso teto, podemos ser o parceiro que você está procurando para seus projetos de arquitetura corporativa.

Solicite seu Orçamento ← 

Seguindo todas essas dicas, você estará pronto para fazer a gestão do escritório de arquitetura da melhor maneira possível, mantendo tudo sob controle e alavancando projetos cada vez mais interessantes. Ficou inspirado? Então curta nossa página no Facebook e acompanhe as melhores soluções corporativas para a sua empresa!