Arquitetura e comunicação visual estão intrinsecamente ligadas, uma vez que um conceito pode fortalecer o outro na constituição da imagem da empresa. É importante que arquitetos e designers gráficos alinhem as expectativas para utilizar a mesma linguagem nos projetos, pois, desta forma, a coesão da imagem da marca será garantida.

Os elementos, materiais, cores e símbolos que referenciam a empresa devem ser alinhados com os valores defendidos pela marca. Lembre que a comunicação visual começa a ser desenvolvida já no projeto construtivo, pois, as edificações são formas de comunicação que se relacionam diretamente com o entorno. Acompanhe aqui o vínculo entre arquitetura e comunicação visual e confira insights para aplicar em seus projetos!

O que é comunicação visual?

arquitetura e comunicação visual

A comunicação visual é o resultado do estudo de marca e posicionamento de marketing da empresa. A abordagem publicitária reflete a relação entre os ambientes e as pessoas que circularão ou utilizarão a edificação. É importante que os colaboradores e clientes percebam corretamente as referências defendidas pela empresa, neste sentido, os elementos de design e projeto devem ser alinhados.

Assim como na arquitetura, a definição de materiais é muito importante para comunicação visual. Por exemplo, uma empresa que trabalha com tecnologia, será melhor identificada com elementos minimalistas e materiais modernos, como o aço e o vidro.

arquitetura e comunicação visual

Por outro lado, para empresas que trabalham com produtos naturais e até manuais, o uso de madeira pode identificar de maneira mais harmoniosa a companhia. Uma sugestão interessante é elaborar em conjunto a seleção do concept board dos projetos de arquitetura e comunicação visual.

Outro pilar da comunicação visual é a escolha de cores, a compreensão das sensações e significados da paleta de tonalidades escolhida é uma definição importante. A psicologia das cores é também uma estratégia empregada na arquitetura de interiores para obtenção de resultados específicos.

Você sabia que é possível aumentar o foco e produtividade na empresa escolhendo adequadamente as cores dos escritórios? Utilize estes conceitos e melhore os ambientes de trabalho.

Nas duas áreas, a escolha de texturas, formas e iluminação resultarão em propostas que melhor identifiquem os valores e serviços propostos pela empresa.

Quais são os elementos da arquitetura e comunicação visual?

arquitetura e comunicação visual

Arquitetura e comunicação visual trabalham juntas, na parte externa das edificações e em elementos decorativos no interior dos ambientes. Externamente os principais destaques das marcas são os elementos de fachada, que serão elaborados de maneira a compor harmonicamente com a edificação. As formas mais utilizadas são placas iluminadas, placas sem iluminação ou a disposição da logomarca da empresa em peças de destaque da fachada.

Já na parte interna os artifícios utilizados são muitos, como placas de sinalização, vidros e paredes adesivados, quadros, materiais de papelaria, peças recortadas e divisórias. Os delicados elementos compõem a identificação da companhia, preste atenção aos detalhes.

Ouse na escolha de materiais e texturas para destacar as referências da companhia, mas mantenha as seleções sempre de acordo com os valores definidos pela marca. O alinhamento e posicionamento da marca no mercado, chamado de branding vale-se da arquitetura e comunicação visual para fundamentar os valores priorizados pela empresa.

Como a arquitetura e a comunicação visual podem beneficiar os negócios?

arquitetura e comunicação visual

O alinhamento estratégico de valores e características da marca facilitam a percepção e o posicionamento comercial da empresa ou serviço prestado. As estratégias de branding e composições arquitetônicas ressaltam e valorizam a percepção dos princípios defendidos e praticados pela empresa.

Elaborar a divulgação de maneira concisa permite demonstrar aos clientes como a empresa trabalha, qual sua postura com os colaboradores e como são estabelecidas suas parcerias. Por exemplo, uma empresa que presta serviços de arquitetura deve demonstrar o potencial criativo de sua equipe, muitas vezes a primeira imagem passada ao cliente será pela visita ao escritório.

Por isso, é imprescindível que os escritórios e salas de reunião sejam projetados referenciando a linguagem arquitetônica adotada e defendendo os princípios como: exclusividade, personalização e originalidade, por exemplo.

A percepção de valor por parte do cliente é realizada com os mínimos detalhes, podendo ser explorada em uma placa de sinalização personalizada, uma pasta de entrega de projetos ou um caderno de detalhamentos com as referências da companhia. As cores e texturas aplicadas seguirão a mesma linha; assim, a identidade de marca será representada adequadamente.

Quais são os materiais utilizados?

arquitetura e comunicação visual

A comunicação visual emprega inúmeros materiais para as composições de fachada ou detalhes de interiores, vamos conhecer um pouco mais?

  • ACM: chapa em alumínio composto, aplicada em fachadas, divisórias e detalhes como placas no interior das edificações. Altamente durável e com uma infinidade de cores, o ACM é um dos materiais preferidos pelos designers;

  • madeira: com um toque mais rústico e natural, o material possibilita elaborar composições incríveis. Possibilita a aplicação em fachadas ou compondo com a decoração do escritório. Já imaginou defender a bandeira da sustentabilidade empregando apenas madeiras certificadas e oriundas de reflorestamento em seus projetos? Aproveite;arquitetura e comunicação visual

  • adesivos: os adesivos são itens versáteis, utilizados em placas, vidros, divisórias e paredes, podem ter finalidade informativa, além da estética. São uma solução de baixo custo e amplamente utilizada na arquitetura e comunicação visual;

  • pinturas personalizadas: uma forte tendência das despojadas decorações contemporâneas são os murais pintados e paredes de destaque. Contrate um artista de sua preferência e marque as paredes da sua edificação com ícones e detalhes que demonstrem as características marcantes da companhia;arquitetura e comunicação visual

  • acrílico: o material durável e lavável pode ser cortado a laser e utilizado nos mais diversos formatos. Na comunicação visual é muito presente em letras recortadas e placas internas. O material permite várias tonalidades e usos;

  • lonas: variam em gramatura e acabamento, amplamente usadas para impressão de fachadas ou informativos de maiores dimensões, as lonas apresentam uma boa relação entre custo e benefício.

Como vimos, a arquitetura e comunicação visual são conceitos intimamente ligados e devem ser pensados em conjunto. A imagem da empresa será fortalecida e desenvolvida nos mínimos detalhes, o trabalho em equipe entre arquitetos e designers certamente resultará em marcas e logomarcas encantadoras!

E na sua empresa, como é vista a relação entre arquitetura e comunicação visual? Comente no post e compartilhe as suas experiências e percepções sobre a ligação entre os temas!