Você já pensou em especificar uma mesa que se adapta a qualquer pessoa?

E olha que não estou falando de “Ergonometria”, nem “Ergotria”. O termo correto e a ferramenta adequada para isso é ERGONOMIA!

Confesso que muitas vezes levo um susto com as informações desencontradas que leio na internet!

Depois de muitos anos ministrando cursos e palestras sobre esses temas, ainda me deparo com muita frequência com perguntas sobre questões de saúde e postura nos ambientes de trabalho.

Por isso escolhi este tema hoje para o nosso bate papo!

Quer aprender algumas dicas de ergonomia para escritório e garantir um ambiente profissional mais saudável?

Vem comigo!

O que é ergonomia?

Com origem grega, o termo “ergon” significa “trabalho”, enquanto “nomos” representa “normas, regras, leis”, ou seja, ergonomia engloba todos os elementos do ambiente físico, que se relacionam com os profissionais e impactam na sua saúde e segurança do trabalho.

Para entender com mais profundidade o assunto, neste mês, gostaria de destacar um desses elementos que impacta diretamente na saúde e, consequentemente, na produtividade dos profissionais: as mesas de trabalho.

Especialmente, a altura adequada das mesas de trabalho.

Porém, para avaliarmos a altura adequada da mesa de trabalho, precisamos antes, garantir que o profissional esteja sentado, com uma postura adequada em sua cadeira.

Então vem comigo, que hoje vamos ter 3 super dicas de ergonomia para escritório!

1 – Como se sentar corretamente?

A forma como a pessoa se senta vai impactar diretamente na altura do tampo da mesa. É por isso, que precisamos orientar adequadamente o profissional sobre como deve ser sua postura enquanto sentado na cadeira.

  1. PASSO 1: Observar se a pessoa está com a coluna, especialmente a região da lombar, realmente apoiada no encosto da cadeira.
  2. PASSO 2: Verifique se os pés estão completamente apoiados no chão e se os joelhos estão dobrados, aproximadamente, a 90 graus ou mais. Caso contrário, regule a altura do assento para encontrar a posição ideal. 
    1. Lembre se que somos seres humanos, não robôs! 
    2. É por isso que não devemos adotar medidas tão rigorosas quanto a dobra dos joelhos e braços. O ideal é sempre evitar esforços à posição natural da pessoa.
  3. PASSO 3: Observe se a altura do apoio de braços está adequada. O recomendado é que o apoio de braços esteja na altura aproximada do cotovelo da pessoa, apoiando naturalmente seus braços.

Por isso que não existe uma altura específica, vai depender da proporção do corpo de cada pessoa.

Você sabia que boas dicas de ergonomia para escritório também envolvem questões de segurança?

Então, confira o próximo tópico!

2 – Ergonomia nas mesas e segurança do trabalho

Bom, após conhecer dicas de ergonomia para escritório e encontrar a postura adequada do profissional na cadeira, agora é a hora de avaliarmos a mesa de trabalho.

No Brasil, existem muitas normas relacionadas aos ambientes físicos dos escritórios, sejam elas NBRs (Normas Brasileiras) ou NRs (Normas Regulamentadoras), inclusive abordando as questões de dimensionamentos e especificações de mobiliários corporativos.

Como arquiteta, sei que sou corresponsável no caso de algum acidente de trabalho em projetos desenvolvidos por mim, por isso, precisamos sempre especificar mobiliários que forneçam laudos de conformidade com as normas vigentes.

Isso é muito sério gente!

Minha sugestão é que você crie sua pasta de laudos e certificados junto a cada projeto que estiver desenvolvendo.

No caso da altura dos tampos das mesas de trabalho, existem normas para mesas fixas, mas precisamos lembrar, também, que existem mesas com regulagem de altura.

E elas são incríveis, pois conseguem se ajustar de forma personalizada ao usuário!

Quando viajo para o exterior, visitando grandes feiras de ambientes corporativos como a Orgatec (Alemanha) e a Neocon (EUA), fico impressionada como o uso das mesas com regulagem de altura é muito mais frequente do que aqui no Brasil.

Para eles é tão claro que, assim como as cadeiras se ajustam ao usuário, as mesas também devem se ajustar.

Não é lógico isso?

Aqui vale a frase que mais adoro sobre Ergonomia: “O ambiente é que deve se ajustar ao usuário, não o usuário que deve se ajustar ao ambiente” – entenda “ambiente” como tudo o que está no espaço físico, inclusive o mobiliário.

3 – Como calcular a altura ideal da mesa?

Chegou a hora de definir a altura adequada do tampo da mesa e a recomendação é a seguinte: o apoio de braço deve ser uma extensão da mesa, ou seja, a altura do apoio de braço irá definir a altura do tampo da mesa.

Ambos devem ter a mesma altura.

Com as mesas com regulagem de altura, como a Linha Up da Marelli, através de um sistema elétrico, você consegue facilmente ajustar a altura conforme a necessidade, dá só uma olhada abaixo:

Através de um visor você enxerga a altura do tampo ao chão, assim como tem opções de botões de memória para deixar salvo diferentes alturas pré-definidas. – ótima ideia para quem compartilha mesa (ex. coworkings ou áreas colaborativas) e já quer deixar salvo as alturas dos diferentes profissionais!

Além disso, a facilidade de regular diferentes alturas, também possibilita a pessoa a trabalhar em pé por alguns momentos.

Sabemos que esse é o novo desafio dos escritórios: tirar as pessoas da cadeira para que as empresas possam contar com profissionais mais ativos e saudáveis.

Por isso, trabalhar em pé, pode ser uma opção inteligente para melhorar a produtividade das empresas.

Você já conhecia esse tipo de mesa com regulagem de altura?

Me conta nos comentários e também envie qualquer dúvida que você tiver sobre esse assunto!

Dicas de ergonomia para escritório anotadas, por onde começar?

Se você está buscando um fornecedor diferenciado para pôr em prática as dicas de ergonomia para escritório, vale a pena checar as soluções da Marelli para o seu projeto.

Eles possuem uma solução completa em assentos, mobiliário e divisórias piso teto com ergonomia adequada, e não nos deixam na mão quando o assunto é entregar e montar no prazo, respeitando a responsabilidade que temos com nossos clientes finais.

→ Solicite seu Orçamento Aqui! ←

Outro ponto de credibilidade é a tradição de uma empresa que está a mais de 35 anos no mercado e possui mais de 30 lojas pelo Brasil e América do Sul!

——————————————————————————————————————

Priscilla Bencke é arquiteta certificada em Neuroscience for Architecture (EUA), especialista em projetos para Ambientes de Trabalho, consultora internacional de Qualidade em Escritórios pela instituição alemã Mensch&Büro die Akademie, pós-graduanda em Neurociências e comportamento pela Pontifícia Universidade Católica (PUC/RS), pós-graduada em Arquitetura de Interiores pela UniRitter Laureate International Universities e graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

É responsável pela Bencke Arquitetura e Qualidade Corporativa: Smart Workplaces, sendo pioneira na aplicação do conceito em projetos de “escritórios inteligentes”. No Brasil, tem realizado cursos e formações de profissionais, sendo a única representante da Mensch&Büro die Akademie na América. Já esteve presente em conferências como Orgatec New Visions of Work, na Alemanha; Worktech, em São Paulo, e a ANFA Conference (Academy of Neuroscience for Architecture), nos EUA, onde recebeu a oportunidade de expor o trabalho realizado no Brasil sobre os grupos que organiza para debater a neuroarquitetura.