Se na hora de fazer o estudo de layout de ambientes corporativos você não dá a devida importância para questões como o conforto e o bem-estar dos funcionários, saiba que é melhor rever os seus conceitos, pois a ergonomia no trabalho faz toda a diferença.

A princípio, entenda que a ergonomia em si, diz respeito ao estudo das condições ideais para que os colaboradores se sintam seguros, saudáveis e, consequentemente, aumentem a sua produtividade. Se bem aplicados, os procedimentos ergonômicos são primordiais para os negócios e na percepção positiva de todos.

Sendo assim, para que compreenda um pouco melhor sobre assunto e aprimore os seus projetos, preparamos uma lista com 6 grandes vantagens de pensar na ergonomia. Acompanhe a leitura e confira!

1. Ajuda a estar dentro da lei

Talvez você não saiba, mas qualquer empresário que tenha, pelo menos, um colaborador contratado deve primar pela análise ergonômica do ambiente de trabalho. Quem regulamenta isso é o Ministério do Trabalho por meio da NR-17, onde estão todas as especificações necessárias para que o escritório esteja no vigor da lei.

Em síntese, a NR-17 traz informações relevantes a fim de orientar as empresas quanto a situações como transporte, descarga de materiais, equipamentos, mobiliário, condições ambientais etc. Com isso, a norma tem como propósito estabelecer os devidos parâmetros que propiciam um espaço de trabalho aceitável.

Dar a devida importância a esse fato faz com que a empresa esteja disposta a assegurar um ambiente confortável, que ofereça um bom desempenho e preze pela segurança. Em virtude disso, as chances de sofrer processos trabalhistas e travar verdadeiras batalhas judiciais com os funcionários se tornam bem menores.

2. Promove a valorização profissional

Ao proporcionar boas condições de trabalho, a tendência é que os funcionários se sintam mais à vontade para exercerem as suas funções. Tendo em vista disso, por mais simples que seja, a preocupação da empresa com a segurança e a saúde das pessoas acaba despertando um sentimento de reconhecimento.

Essa sensação faz com que os colaboradores tenham a motivação necessária e queiram fazer parte daquele ambiente para crescerem profissionalmente. Se analisarmos a fundo, esse é um aspecto essencial para a inteligência emocional de cada indivíduo e isso confere um nível de autoestima muito maior.

Além disso, há empresas que complementam a questão da ergonomia no trabalho com um espaço para ginástica laboral que, aos olhos de muitos especialistas no assunto, traz inúmeros benefícios, até mesmo no que se refere às estratégias de endobranding. A valorização profissional contribui também para a retenção de talentos e isso proporciona uma vantagem competitiva diante da concorrência.

3. Reduz as ausências e afastamentos

Prestar atenção nos mínimos detalhes de infraestrutura e ergonomia no trabalho faz com que o índice de absenteísmo caia de forma considerável. Afinal, quando se zela pela saúde das pessoas, a probabilidade de acontecer acidentes de trabalho se torna pequena e, consequentemente, impacta diretamente nas taxas de atrasos e faltas.

Ainda convém lembrar que, quando um funcionário fica afastado por questões de saúde, os custos para a empresa se tornam pesados e isso pode influenciar no orçamento destinado a outras partes, tal como o pagamento de fornecedores. Sem contar que a ausência dos funcionários pode gerar prejuízos intangíveis quanto às competências indispensáveis para o ramo de negócio executado.

4. Previne doenças ocupacionais

Quando alguém é submetido a condições precárias para exercer as suas funções, obviamente que a qualidade de vida no ambiente de trabalho fica prejudicada, o que acaba reforçando a importância da ergonomia para prevenir quaisquer prejuízos à saúde dos colaboradores.

Uma empresa que dispõe de um mobiliário em mal estado de conservação, a iluminação deficitária e um espaço sujeito a ruídos acima do permitido, por consequência, proporciona aos funcionários possíveis doenças ocupacionais. A Lesão por Esforço Repetitivo (LER) e o Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho (DORT) são dois dos maiores perigos ao negligenciar as normas de ergonomia.

Os projetos de arquitetura corporativa precisam levar em consideração os fatores que favorecem uma postura ereta e alinhada com o posto de trabalho. Desse modo, os empregadores devem evitar ao máximo que as instalações do negócio gerem aos funcionários possíveis dores musculares, fadiga e o temível estresse.

5. Melhora a produtividade

É bem provável que você já tenha percebido que, se a empresa tomar todos os cuidados necessários com relação à ergonomia no trabalho, naturalmente que a produtividade ficará em evidência. Muitas vezes, a simples troca de móveis do escritório pode influenciar diretamente no engajamento dos colaboradores.

Tendo um ambiente favorável, a tendência é que haja uma diminuição dos erros, pois os funcionários estarão mais atentos e comprometidos com o serviço. Isso estimula também os processos criativos e faz com que a geração de valor para a empresa seja algo rentável e menos dificultosa.

6. Passa uma imagem melhor diante dos clientes

Vamos imaginar a seguinte situação: você se depara com um escritório em que as cadeiras estão em péssimo estado, a iluminação provoca penumbras e as divisórias não oferecem o isolamento acústico ideal. Possivelmente, a primeira reação ao ver tudo isso é de perplexidade, não é mesmo?

Pensar na ergonomia também contribui para que o ambiente promova uma imagem corporativa coerente e atraia novos clientes. Ao ver que todos estão devidamente sentados em seus lugares e o espaço oferece a estrutura necessária para o desenvolvimento do trabalho, a impressão dada é de respeito e organização.

Por mais que pareça um detalhe simples, a ergonomia também faz com que o clima organizacional esteja em ordem e vire um fator preponderante para alcançar os resultados esperados. Um escritório de advocacia, por exemplo, precisa apresentar uma boa imagem para que as pessoas tenham confiança em investir na contratação dos serviços jurídicos.

Portanto, perceba que a ergonomia exerce um papel fundamental para qualquer atividade, fazendo com que os arquitetos estejam atentos ao desenvolvimento de projetos eficientes e satisfatórios para as empresas.

Se você gostou desta lista sobre os benefícios da ergonomia no trabalho, sugerimos que siga nossas páginas nas redes sociais para acompanhar todas as nossas novidades. Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn!