O mercado atual está cada vez mais dinâmico e as estruturas internas dos escritórios estão mudando para se adequar à realidade dos novos tempos. Os ambientes corporativos estão ficando cada vez mais interativos e deixando de lado aquela atmosfera fria e impessoal dos escritórios do século XX. Mas afinal, você sabe quais são as principais soluções para escritórios existentes na atualidade?

Para auxiliar nesse assunto preparamos este artigo especialmente para você. Iniciaremos abordando sobre as razões que estão levando as empresas a proporcionar ambientes mais aconchegantes e confortáveis.

Posteriormente, falaremos do papel do arquiteto nesse processo. Por fim, elencaremos as principais soluções presentes na Marelli, empresa especializada em mobiliários para escritórios e ambientes corporativos. Confira!

Veja por que as empresas têm buscado proporcionar ambientes mais aconchegantes e confortáveis

Com o advento da Revolução Industrial, o modo de produção deixou de ser artesanal e passou a ser automatizado, feito pelas máquinas, com auxílio humano. Ocorreu a divisão do trabalho e o trabalhador. Este, que antes era responsável pela confecção do produto inteiro, passou a realizar apenas uma etapa do processo.

Ao longo do século XIX e início do século XX, eram exigidas grandes jornadas de trabalho, o que tornava o trabalho monótono e muito repetitivo, fato que foi muito criticado por vários intelectuais da época, como no filme “Tempos Modernos” de Charlie Chaplin.

Embora contra intuitivo, percebeu-se, com o passar dos anos, que essa prática, além de não ser saudável para os trabalhadores, acarretava não em um aumento da produtividade, mas em trabalho improdutivo e de baixa qualidade.

Ao longo do século XX e XXI, práticas para humanizar o trabalho foram sendo adotadas de forma gradual, como intervalos maiores de descanso, criação da sala de descompressão, entre outras estratégias.

Dessa forma, ambientes aconchegantes e confortáveis, além de humanizarem o ambiente de trabalho e de se tornarem um atrativo para profissionais de qualidade, aumentam a produtividade e a qualidade do serviço oferecido. O investimento leva a grandes retornos em um jogo no qual todos os envolvidos saem ganhando: patrões, funcionários e clientes.

Saiba como o arquiteto pode alinha o projeto às necessidades atuais dos escritórios

Mas então, como alinhar produtividade, humanização do trabalho, conforto, estética e aconchego em um mesmo projeto? Essa tarefa é responsabilidade do arquiteto, que, devido a sua formação bastante rica, sabe interpretar as questões relativas às necessidades do escritório e fazer a disposição dos itens a fim de potencializar essas qualidades.

Há várias estratégias que ele pode adotar, desde ações simples, como a escolha da cor e a mudança do layout, até a troca do mobiliário e criação de novos ambientes, como a sala de descompressão.

Conheça as principais soluções para escritórios que a Marelli apresenta

Agora falaremos sobre as principais soluções que você, arquiteto ou profissional envolvido na ambientação de interiores, pode encontrar na Marelli.

1. Cadeira

Perfil de usuário

Antes de decidir qual tipo de cadeira utilizar no escritório, é importante levar alguns critérios em consideração, principalmente o perfil de usuário e a atividade envolvida no escritório. Escolha aquela que melhor se alinha aos critérios previamente estabelecidos, dando maior prioridade para aquelas que apresentam maior flexibilidade de uso.

Regulagens

A flexibilidade pode ser alcançada de várias formas, como a inserção de cadeiras de diferentes tipos ou com a aquisição das que apresentam regulagens como característica. Essas regulagens podem ser da altura do assento ou da altura dos braços da cadeira, por exemplo.

Ergonomia

Ergonomia é uma área do conhecimento que estuda a posição correta para uma pessoa permanecer durante o trabalho — entende-se por trabalho qualquer atividade desenvolvida naquele objeto. Dessa forma, uma cadeira com boa ergonomia é aquela em que a pessoa pode ficar por horas sem se cansar.

Qualidade do produto

A qualidade do produto passa por todas as características anteriormente apresentadas, acrescidas de um bom custo-benefício, qualidade adequada do material, além de apresentar um bom conforto e estética.

2. Mobiliários

Material dos móveis

O material dos móveis é fundamental para garantir a longevidade do ambiente, assim como destacar a sua eficiência e beleza no espaço. Opte por materiais de bom custo-benefício, com boa durabilidade e que sejam sustentáveis.

Disposição das mesas e móveis em geral

As mesas e móveis devem ser dispostos de forma a racionalizar o fluxo dentro do ambiente. O layout deve ser pensado no intuito de garantir essa racionalidade, delimitando hierarquicamente o espaço, caso seja necessário.

Inserção de elementos decorativos

Engana-se quem pensa que os móveis de um escritório devem ser apenas aqueles que apresentam uma função prática. Elementos decorativos, como jarros de planta ou estátuas são fundamentais para garantir um diferencial na decoração do ambiente.

3. Painéis e divisórias

Os painéis e divisórias têm como objetivo dividir o espaço do escritório de acordo com cada zona de trabalho ou dar privacidade aos funcionários, oferecendo a eles espaço necessário para desenvolver o seu trabalho sem maiores incômodos.

Há divisórias dos mais variados tipos, tamanhos e feitas com diversos materiais. Elas podem ser sanfonadas, de vidro (várias opções), de madeira, acústicas, entre outras. Falaremos sobre as principais opções existentes.

Vidro

O vidro é um dos materiais mais utilizados para servir de divisória. Há diversas alternativas para utilização desse material: duplo com persianas, temperado, simples articulável, entre outros. Entre as principais vantagens desse material, destaca-se a sua alta durabilidade e fácil limpeza.

Madeira

A madeira é um material que pode ser utilizado para a confecção de painéis e divisórias em um ambiente corporativo. Sua principal vantagem em relação às divisórias de vidro é que garante maior privacidade.

Acústica

As divisórias acústicas são aquelas que isolam os sons no ambiente corporativo, a fim de impedir que o barulho das conversas ou mesmo do trabalho incomode os outros funcionários do escritório. Essas divisórias podem ser feitas de diversos materiais, como a lã de vidro.

Há várias soluções para escritórios que você pode adotar em ambientes corporativos. A Marelli, empresa do ramo, pode ajudar você com materiais e móveis de qualidade para o escritório.

Agora que você já sabe quais são as principais soluções para o planejamento de um ambiente corporativo, saiba também como um escritório com design inteligente influencia positivamente na produtividade