Todo arquiteto bem-sucedido deseja se manter atualizado e oferecer o melhor serviço possível para seus clientes. Para compor um cenário corporativo, por exemplo, é preciso pensar em conforto, estilo e praticidade para os funcionários da empresa contratante.

Na hora de escolher a mobília corporativa, porém, podem surgir algumas dúvidas: afinal, é melhor optar por móveis criativos e arrojados ou por modelos mais funcionais e atemporais?

Se você deseja agregar valor aos seus projetos, é preciso saber a importância de investir em móveis corporativos. Veja as dicas que listamos para te ajudar!

Aumente a produtividade  

Já está mais do que comprovado que o ambiente influencia na produtividade e até mesmo no humor dos funcionários. A máxima é fácil de ser compreendida: de modo geral, espaços planejados costumam ser mais confortáveis e bonitos, e esses simples elementos aumentam a sensação de satisfação das pessoas no ambiente profissional.

Um local planejado, criado para facilitar o dia a dia do trabalhador, precisa contar com:

  • boa iluminação;
  • área de ventilação adequada;
  • espaço para trânsito sem atropelos;
  • mobília funcional.

Esses fatores certamente contribuirão para o aumento da produtividade, otimizando os resultados a serem alcançados pela equipe.

Aperfeiçoe a organização do trabalho

Naturalmente, a organização do trabalho tem relação direta com a produtividade. Um bom projeto corporativo deve ter como uma das metas melhorar a organização do espaço e facilitar o desempenho das tarefas cotidianas.

Para atender com precisão as necessidades específicas de cada setor, é fundamental listar as funções que são desempenhadas em cada ambiente. A partir dessa análise setorial, deve-se investir em móveis corporativos que sejam funcionais e atendam às demandas dos profissionais daquela área.

Vamos a um exemplo? As secretárias precisam ter ao alcance da mão arquivos de documentos, agendas, telefones e um multifuncional. Logo, uma mobília prática que acomode todos esses itens será de grande valia.

Preserve a saúde e o bem-estar de sua equipe

Outro aspecto de grande relevância e que não pode ser esquecido é a saúde dos funcionários. A saúde relaciona-se com o bem-estar: afinal, um colaborador com dores nas costas ou outro problema postural sério não se sentirá motivado para o trabalho, certo? Pior ainda: ele pode ter que se ausentar muitas vezes para o tratamento das chamadas doenças laborais, tais como hérnia de disco, lombalgia, escoliose, etc.

Por isso, prevenir é a melhor alternativa. Para evitar que os funcionários tenham problemas de saúde causados por um ambiente inadequado, vale investir em móveis corporativos. Confira alguns exemplos:

Cadeiras ergonômicas

As cadeiras ergonômicas contribuirão para que o colaborador se sinta confortável, mesmo trabalhando por longas horas sentado. Os principais atributos que esse tipo de mobília deve ter são:

  • regulagem de altura do assento,
  • regulagem de altura do encosto;
  • apoio de braços;
  • ajuste de inclinação do encosto;
  • alta densidade da espuma.

Um acessório para apoio da cabeça aumenta o bem-estar instantaneamente. Assim como a possibilidade de regular a profundidade do assento, que contribui para uma liberdade maior de movimentos, proporcionando um ajuste personalizado ao biótipo de cada pessoa.

Quanto mais recursos a cadeira oferecer, mais confortável ela será. Também será maior a probabilidade de ela exercer uma função preventiva dentro do ambiente de trabalho, evitando problemas de saúde.

Mesas sob medida

Mesas feitas sob medida também fazem parte de um projeto bem elaborado. Aspectos como a altura, a largura, o formato e até o material utilizado para a mesa de escritório devem ser considerados não só a partir da ótica da durabilidade, mas também do que se refere à ergonomia da mobília.

O ideal é que a altura permita que uma pessoa sentada mantenha coxas e braços paralelos ao solo. Também deve existir espaço suficiente embaixo da mesa para encaixar a cadeira com as pernas e, assim, manter os pés retos encostados no chão.

É recomendável que sobre espaço suficiente para uma pessoa de altura média cruzar as pernas de forma confortável.

Armários planejados

Armários planejados com muitas gavetas que possibilitem a organização de documentos e que tenham um tamanho apropriado para não ocupar muito espaço são o tipo de mobília que não pode faltar em um projeto corporativo. Eles devem ser posicionados estrategicamente, próximos à estação de trabalho, para facilitar a rotina dentro da empresa.

O melhor lugar para os armários serem localizados é aquele que não atrapalha a circulação, mas que, ainda assim, fica próximo o suficiente de seus principais usuários.

Além disso, vale incluir armários para os pertences pessoais dos colaboradores, de modo que o ambiente como um todo fique mais organizado e sem objetos espalhados.

Invista em uma decoração simples e funcional

Em um projeto corporativo completo, é importante priorizar a funcionalidade das mobílias escolhidas. Lembre-se que no dia a dia de uma empresa, a praticidade sempre trará mais benefícios do que apenas beleza e arrojamento.

É comum querer se diferenciar e eleger móveis com design criativo e inovador, mas essa preocupação estética não corresponde necessariamente as necessidade dos funcionários e dos clientes. No início, fatores visuais podem até gerar certo entusiasmo. Na rotina de um ambiente corporativo, porém, esse elemento certamente não será ser o foco.

Mas fique tranquilo! É claro que é possível elaborar um projeto que proporcione conforto e tenha estilo e personalidade. O que estamos dizendo aqui é que, acima de tudo, ele deve prezar pela funcionalidade.

Veja no que é preciso ficar de olho:

Estilo atemporal

Optar por uma mobília simples e atemporal pode ser muito mais interessante na construção de um ambiente clean, que garanta aos profissionais que ali estão a satisfação de suas necessidades mais imediatas.

Plantas decorativas

Para assegurar que ainda assim haverá um clima agradável e convidativo ao trabalho, o projeto pode (e deve) incluir algumas plantas decorativas, posicionadas em determinados locais.

Iluminação natural

O projeto também deve priorizar a iluminação natural, a climatização adequada, e os ambientes para descanso e/ou para pequenas pausas, contendo uma estação de café, por exemplo.

Cores neutras

Para não sobrecarregar o ambiente, priorize cores neutras como branco, bege, marrom, cinza. Isso não quer dizer abandonar a proposta de um espaço aconchegante: seguindo essa proposta, a iluminação bem posicionada em luminárias altas, abajures e spots seguramente contribuirão de maneira positiva.

Saiba que mesmo os projetos que priorizem a criatividade vão carecer, em determinados nichos, de um mobiliário prático e rápido. Mesclar estilos pode ser um caminho interessante para criar projetos com uma assinatura marcante e inconfundível.

Agora que você já sabe a importância de investir em móveis corporativos, que tal dividir essas dicas com outras pessoas? Compartilhe esse post nas suas redes sociais e marque os amigos que precisam de uma mãozinha para decorar o ambiente de trabalho!