Sabemos que não é à toa que o Rio de Janeiro é chamado de cidade maravilhosa. Recentemente, a Unesco e a União Internacional dos Arquitetos (UIA) concederam à capital carioca o título de Capital Mundial da Arquitetura, o que certamente resultará em um atrativo para muitos arquitetos do mundo inteiro. 

A decisão e a avaliação foram feitas por arquitetos e especialistas em patrimônio histórico, os quais se encantaram com elementos da arquitetura brasileira — que expõe todo o passado histórico desde o século XVI, uma diversidade rara na maioria das outras cidades brasileiras.

capital mundial da arquitetura

Esse título mostra que o Rio tem projetos de arquitetura muito bem pensados e planejados, pois são frutos do trabalho árduo de arquitetos e urbanistas preocupados em preservar o patrimônio histórico da cidade e a identidade nacional.

Então, para celebrar o título, separamos 10 obras incríveis da capital carioca que levaram a cidade a ser a Capital Mundial da Arquitetura. Confira!

1. Mosteiro de São Bento

capital mundial da arquitetura

Esse grande acervo arquitetônico se encontra no coração do Rio de Janeiro e foi fundado em 1590 por monges que vieram da Bahia. O mosteiro é considerado um local central onde as pessoas podem encontrar paz e espiritualidade. Essa estrutura foi inspirada na linguagem barroca, sendo a Igreja de Nossa Senhora de Monserrat sua maior riqueza.

2. Arcos da Lapa

Não dá para falar do Rio sem mencionar os Arcos da Lapa, não é mesmo? Essa estrutura foi criada em 1750 como um canal para conduzir água para a cidade. Localizados no bairro da Lapa, os arcos são um dos cartões-postais da cidade, que retratam toda a história carioca. Baseada na linguagem romana, essa grande estrutura é uma das maiores construídas no período colonial.

3. Parque do Flamengo

Esse foi um dos primeiros parques brasileiros para lazer, inaugurado em 1965. Referência da linguagem modernista no mundo, está situado entre a Praia de Botafogo e o Aeroporto Santos Dumont. É um espaço que foi planejado tanto para o lazer quanto para o entretenimento, além de apresentar uma paisagem apaixonante, formada por canteiros plantados a fim de criar mosaicos. 

4. Museu do Amanhã

capital mundial da arquitetura

O Museu do Amanhã teve um papel muito importante para o Rio de Janeiro — o de revitalizar a região portuária da cidade. É um lugar encantador, em que sua estrutura foi baseada nas bromélias do Jardim Britânico.

Além disso, o local foi criado com uma visão sustentável, já que grande parte do prédio é abastecida pela energia solar e usa água conduzida da Baía de Guanabara. Fundado em 2015, o museu também é um local bastante voltado para discutir tecnologias e refletir sobre o futuro do planeta.

5. Cristo Redentor

capital mundial da arquitetura

Famoso por ser uma das sete maravilhas do mundo, esse certamente é um dos principais cartões-postais do Rio de Janeiro. Tudo começou em 1859 com a ideia de criar um monumento religioso e hoje temos essa linda estrutura que equivale, em altura, a um prédio de 13 andares. Inaugurado em 1931, localiza-se no topo do Morro do Corcovado e foi criado com base na Arquitetura Art Déco.

6. Orla Conde

A Orla Conde é um calçadão com uma dimensão de aproximadamente 3,5 km. Está localizada às margens da Baía de Guanabara e se estende até a região central. A Orla foi inaugurada entre 2015 e 2017 e seu percurso conta com vários pontos turísticos, como o Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio (MAR).

7. Museu de Arte do Rio

capital mundial da arquitetura

Por falar nele, essa estrutura que hoje remete à área dos portos foi resultado da restauração com uma linguagem eclética — o Palacete Dom João VI e um prédio modernista.

A proposta foi baseada na sustentabilidade, que conta com estruturas que armazenam água da chuva para consumo e com inovações implantadas para reduzir o calor. Inaugurado em 2013, o MAR se localiza na Praça Mauá, centro do Rio, com uma grande área de oito salas de exposições rotativas.

8. Derrubada da Perimetral

Nem sempre a arquitetura é feita por grandes construções. Às vezes, ela também abarca grandes “destruições”. Para melhorar a estrutura da cidade e facilitar o acesso a pontos turísticos, muitas vezes, os arquitetos têm de “se livrar” de conceitos antigos, inadequados para a atualidade. E esse foi o caso da Perimetral que, ao ser demolida, trouxe uma integração à região central do Rio, facilitando o acesso aos turistas.

Nos anos de 2013 e 2014, a Elevada da Perimetral foi derrubada, o que auxiliou a integração da cidade em um contexto de arquitetura contemporânea. A demolição da via que dava acesso à zona sul do Rio fazia parte do projeto Porto Maravilha, no qual se encontrava também o projeto do Museu do Amanhã.

9. Cidade das Artes

capital mundial da arquitetura

A Cidade das Artes é um exemplo de arquitetura contemporânea que foi criado para abrigar espaços culturais do Rio, como a Cidade da Música. A obra projetada pelo francês Christian de Portzamparc foi concluída em 2012 e é composta por estruturas curvas com grandes vãos — o que faz alusão à imagem de velas de concreto içadas. Localiza-se na Barra da Tijuca e conta com uma área de 95,6 mil m².

10. Favelas

capital mundial da arquitetura

Por fim, não podemos deixar de falar das favelas. Apesar de serem, na maioria das vezes, associadas a conceitos negativos, para muitos, elas são verdadeiras obras da arquitetura urbana espontânea.

O grafite, por exemplo, desenhado em vários muros e paredes desses lugares, ajuda a criar um cenário único, admirado, até mesmo, internacionalmente. As recentes obras na Rocinha, por exemplo, pintando a faixa das casas de várias cores vivas, são expostas em fotos em vários museus do mundo dedicados à arquitetura ou ao design.

Diante disso, é fácil perceber o motivo pelo qual o Rio foi premiado como Capital Mundial da Arquitetura, uma vez que a cidade dispõe de uma grande diversidade urbanística, além de suas estruturas que remetem ao passado histórico, arquitetônico e cultural da cidade. O solo carioca é um lugar incrível, onde o novo e o velho, o moderno e o tradicional, as obras do homem e as maravilhas da natureza dialogam formando uma beleza única.

Aliás, você sabia que a arquitetura brasileira é uma das mais premiadas do Hemisfério Sul? Não?! Então, confira esses 7 projetos que receberam várias premiações!