Empresas que oferecem constante capacitação para colaboradores, bem como treinamento para clientes, vendedores e parceiros, podem montar salas de treinamento funcionais que atendam às suas necessidades de maneira inteligente, aproveitando de maneira eficiente o espaço.

Uma das principais questões que os clientes trazem logo nos primeiros encontros, quando nos reunimos para análise do  espaço para treinamentos, é a grande quantidade de metro quadrado utilizado para armazenar mesas e cadeiras nas salas de treinamento. 

O projeto arquitetônico corporativo de salas de treinamento merece atenção especial. Uma das razões para isso é a característica singular de um espaço multifuncional.  Afinal, muitas empresas começam a se profissionalizar e precisam de um espaço específico para capacitar os colaboradores com:

  • cursos;
  • palestras;
  • conferências;
  • reuniões;
  • realizar recrutamento. 

Como montar salas de treinamento: principais dicas!

Entretanto, é preciso muito cuidado ao projetar e preparar esse local para receber as pessoas. Eu, que atuo como consultora internacional de Qualidade em Escritório há alguns anos, observo, por exemplo, em algumas companhias salas de treinamento maiores do que o espaço de trabalho das pessoas. 

O comum é ver os colaboradores apertados em ambientes que não contribuem com bem-estar e qualidade de vida no ambiente de trabalho, simplesmente porque as áreas e os móveis do escritório não estão bem distribuídos.

Hoje em dia já temos no mercado empresas que se preocupam em otimizar essas áreas oferecendo assentos, mesas e divisórias que sejam:

  • práticas;
  • flexíveis;
  • viabilizem o espaço de maneira funcional.

Aproveitar cada metro quadrado é extremamente importante já que o contrário pode gerar um custo muito alto.

Mas afinal, como montar um espaço de treinamento que seja funcional e que contribua para a qualidade de vida no trabalho, sem tirar o espaço necessário para o bem estar no dia a dia? 

A seguir, separei algumas dicas de como montar salas de treinamento. Confira!

Conforto na sala de treinamento

O primeiro ponto a considerar numa sala de treinamento é, sem dúvida, o conforto das cadeiras.

As pessoas vão estar ali por longas horas e precisam sentir-se confortáveis. Desta forma, o assento não pode prejudicar a absorção do aprendizado ou das informações transmitidas.

Na Marelli há o modelo Vegas, oferece cadeiras ergonomicamente corretas, com encosto reclinável, permitindo que a pessoa possa ajustar a postura de acordo com as suas necessidades e conforme for mais confortável para ela.

modelo de cadeira para sala de treinamento

Modelo Cadeira 1001 Vegas

Outra dúvida frequente dos executivos que contratam nosso trabalho para projetar o espaço de trabalho é se as salas de treinamento devem ter cadeiras com prancheta ou não. 

Este modelo de cadeira nós sempre recomendamos, dependendo do objetivo do espaço, claro.

As pessoas usam materiais, como blocos e canetas, e costumam ter à disposição um copo de água ou café para acompanhar a jornada de trabalho nestes locais. Se for este o caso, então, recomendamos o uso da prancheta. 

No modelo de cadeira que mostro aqui no vídeo que acompanha esse texto, você vai observar que há recursos interessantes na prancheta, como apoio para copos e canetas, bem como para clipes e demais itens que podem ser usados na atividade.  

Outra característica importante em cadeiras ergonômicas de escritório é o braço do assento. Assim como no vídeo, escolher um modelo que ofereça a possibilidade de regulá-lo para frente e para trás pode contribuir de forma significativa com o conforto de quem usa. 

Leia também: Cadeiras estofadas para auditório: como escolher o modelo certo? 5 atributos fundamentais

Defina o espaço ideal para a sala de treinamento

Essa é uma das principais preocupações dos executivos nas empresas modernas. O espaço das organizações estão cada vez menores devido ao alto preço do metro quadrado e por isso, otimizar o espaço da sala de treinamento precisa ser uma prioridade no ambiente de escritório.

Se por um lado a sala de treinamento é um espaço necessário para as empresas, por outro, otimizar o metro quadrado também é uma forma economizar.

O que é preciso considerar, então, para montar uma sala de treinamento? 

Primeiro, refletir sobre o uso que é feito do local. Se o espaço for utilizado para treinamentos e reuniões é preciso oferecer conforto. 

Se o espaço é usado para outras atividades mais rápidas, o mobiliário deve ser possível de ser redistribuído.

Pense em cadeiras que possam ter assentos rebatíveis, pois elas podem facilmente ser encaixadas dentro de outra cadeira, serem retiradas ou, mesmo se ali permanecerem, liberar mais espaço para outras atividades na sala. 

O modelo YOG, também da Marelli, é uma cadeira para poucas horas de uso. Tem assento plástico e pode ser facilmente empilhada por meio de um carrinho que acomoda até 25 cadeiras. 

modelo de cadeira para sala de treinamento

Modelo Cadeira YOG 1902 PD/PE Yog

Também as mesas podem ser uma opção para liberar espaço e otimizar o uso da sala de treinamento e reuniões. 

Os modelos volante e rebatível de mesa são ótimas opções neste caso, já que o tampo da mesa pode ser facilmente movimentado, liberando espaço para outras atividades.

Com ideias simples e modernas as empresas adequam os espaços e utilizam cada metro quadrado para inúmeras funções. Além disso, oferecem conforto e bem-estar ao colaborador que produz de forma eficaz e com qualidade de vida. 

A escolha do mobiliário certo faz toda diferença

Como vimos acima, a escolha do mobiliário certo é um ponto decisivo para a criação de uma sala de treinamento que seja funcional e ocupe menos espaço no projeto do seu escritório. Tudo isso sem deixar o conforto e a elegância de lado.

Para saber mais sobre como montar salas de treinamento te convido a se inscrever no webinar da Marelli sobre o assunto. Você vai receber dicas e insights valiosos para montar um espaço funcional, bonito e confortável, independente de quantos m² sua empresa tem!  

Por último, uma última dica, se você está buscando um fornecedor diferenciado em oferecer móveis para salas de treinamento, vale a pena checar as soluções em mobiliário corporativo da Marelli para o seu projeto.

Solicite seu Orçamento← 

Outro ponto de credibilidade é a tradição de uma empresa que está a mais de 35 anos no mercado e possui mais de 30 lojas pelo Brasil e América do Sul!

Priscilla Bencke é arquiteta certificada em Neuroscience for Architecture (EUA), especialista em projetos para Ambientes de Trabalho, consultora internacional de Qualidade em Escritórios pela instituição alemã Mensch&Büro die Akademie, pós-graduanda em Neurociências e comportamento pela Pontifícia Universidade Católica (PUC/RS), pós-graduada em Arquitetura de Interiores pela UniRitter Laureate International Universities e graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). É responsável pela “Bencke Arquitetura” e “Qualidade Corporativa: Smart Workplaces”, sendo pioneira na aplicação do conceito em projetos de “escritórios inteligentes”. No Brasil, tem realizado cursos e formações de profissionais, sendo a única representante da Mensch&Büro die Akademie na América. Já esteve presente em conferências como Orgatec New Visions of Work, na Alemanha; Worktech, em São Paulo, e a ANFA Conference (Academy of Neuroscience for Architecture), nos EUA, onde recebeu a oportunidade de expor o trabalho realizado no Brasil sobre os grupos que organiza para debater a neuroarquitetura. 

Imagem de capa