Organizar o ambiente de sua empresa é muito importante, afinal, é por lá que os seus funcionários ficarão por boa parte do tempo. Por isso, um local agradável — para que sua produtividade seja potencializada — é o mínimo a ser oferecido ao colaborador.

Uma boa dica para essa questão é a utilização de divisórias para escritórios, que são bastante práticas. Não será necessário fazer nenhum tipo de obra ou modificar de alguma forma a estrutura do prédio. Na verdade, as divisórias existem para complementar o ambiente.

Existem diferentes tipos de divisórias — algumas em formato de mesa e outras que vão até o teto, garantindo maior privacidade para o funcionário. Continue com a gente e conheça mais!

Conheça os benefícios das divisórias para escritórios

As divisórias podem servir tanto para locais pequenos quanto empresas maiores, e são capazes de dividir desde espaços reduzidos de trabalho até uma ala inteira.  Elas também podem ser usadas para conduzir e esconder cabos, deixando o ambiente mais limpo visualmente.

Em alguns casos, o próprio funcionário pode modificar o local da sua divisória, para que fique mais à vontade e não interfira no cantinho dos colegas de trabalho.

Essas peças são fáceis de limpar e montar, além de não criarem sujeira na etapa de montagem — tendo também, assim, um custo extremamente baixo de manutenção.

Outro benefício das divisórias para escritórios é a permissividade de contato entre os funcionários, já que não há isolamento total. E uma área de trabalho com convivência é bastante saudável, pois deixa o empregado mais motivado e, assim, com a produtividade mais alta.

Para não deixar o ambiente com aspecto de bagunçado, use as divisórias para dividir os setores da sua empresa. Dividindo um espaço para o marketing, outro para a programação etc, você deixa a comunicação facilitada para esses grupos que precisam trabalhar de forma cooperativa, além de minimizar os danos causados por ruídos desnecessários.

As divisórias para escritórios também trazem o aspecto de que a empresa tem um caráter unido, comunicativo e engajado, podendo trazer uma maior confiança para futuros negociadores.

Veja os modelos disponíveis no mercado

Existem inúmeros tipos de modelos, formatos e materiais de divisórias para escritório, assim, com certeza, é possível encontrar a peça ideal para cada tipo de empresa — inclusive a sua.

A maioria dos modelos são feitos com materiais baratos, como alumínio ou MDF. Como também são leves, isso ajuda na hora de organizá-los no local — além do transporte e remanejamento posterior, que ficam bem mais rápidos.

Um dos modelos mais utilizados pelas empresas atualmente são os feitos em vidro. Eles são mais baratos e, ainda, permitem aos chefes terem maior controle e visibilidade da área de trabalho, além de conseguir unir privacidade e comunicação.

Para um ambiente de telemarketing, por exemplo, locais silenciosos são extremamente necessários, pois os telefonemas são constantes — e isso pode atrapalhar tanto os profissionais do mesmo setor quanto aqueles de outros departamentos.

Apesar de não serem tão espessas quanto uma parede comum, há formas para as divisórias fazerem um ótimo papel de isolamento acústico, utilizando vidros duplos laminados. Em painéis cegos, por exemplo, a solução é o preenchimento interno com lã de rocha, mantas recicladas ou outros produtos que ajudam no isolamento de som.

Independentemente do material, podem ser colocados inúmeros tipos de revestimentos para que as divisórias combinem totalmente com o resto da mobília do local. Revestimento em tecido ou em imitações de madeira são os mais procurados pelas empresas.

Outro modelo bastante interessante de divisórias são as baias, ou seja, mesas postas de frente ou lado a lado, tendo seu espaço delimitado por uma pequena divisória. São excelentes para poupar espaço e promover a interação entre os funcionários.

Explore a sua criatividade

A criatividade pode ser uma grande amiga na hora de escolher os modelos de divisórias para o ambiente de trabalho. É possível fazer várias modificações para que o espaço fique mais dinâmico e amplo, e isso depende de seu projeto.

Fazer uma divisória em forma de armário acaba sendo bastante útil caso o trabalho necessite de pesquisa externa, por exemplo. Assim, há uma economia de espaço ao mesmo tempo em que você traz utilidade para um móvel, algo que seria inviável com paredes normais.

Também é possível usar materiais para que a divisória vire uma lousa. Dessa forma, os funcionários ou a gerência podem escrever avisos ou fazer reuniões sem precisar se deslocar para outros locais. 

Use cores como complemento

Use as cores para aumentar ainda mais a produtividade dos seus trabalhadores. Elementos visuais tendem a influenciar o comportamento humano e, por isso, é necessário escolher os tons certos — aqueles que combinam com o seu ambiente de trabalho e trazem sensações positivas.

Tenha em mente as seguintes dicas na hora de fazer a sua escolha:

  • tons de azul ajudam a aliviar o estresse;
  • laranja e amarelo provocam entusiasmo;
  • branco tende a inspirar otimismo.

Tenha cuidado na instalação

Ambientes sem qualquer tipo de divisão podem comprometer o funcionamento da empresa e a concentração dos funcionários. Isso porque a grande quantidade de ruídos e conversas paralelas que podem surgir acabam atrapalhando quem está trabalhando fora daquele tema específico.

Sempre decida com o seu arquiteto ou designer de interiores como implementar as divisórias. Caso isso seja feito de maneira imprudente, poderá comprometer a personalidade do local, a mensagem que transmitida para os funcionários e até mesmo a produtividade da equipe. 

Antes de instalar as divisórias para escritórios, é importante verificar se todas estão de acordo com as normas técnicas. Assim, você garantirá uma maior segurança para os seus empregados e evitará dores de cabeça futuramente.

Antes de comprar as peças para a sua divisória para escritórios, meça o espaço onde elas serão colocadas e coloque no papel quantas partições serão feitas. De tal maneira, você conseguirá organizar antecipadamente onde cada uma ficará — de forma que o espaço escolhido fique perfeito para o grupo que trabalhará ali.

Gostou do texto? Então compartilhe nas redes sociais e espalhe essa novidade para ainda mais empresas e pessoas!