Os imóveis estão cada vez mais compactos, e como era de se esperar, essa tendência chegou também aos ambientes de trabalho. Hoje, encontrar grandes áreas para instalar uma empresa é uma tarefa árdua: na maioria das vezes, os alto custos de locação, compra e manutenção tornam esses lugares inviáveis para muitos negócios.

Nesse contexto, encontrar mobiliário para escritórios pequenos é uma habilidade a ser valorizada. Seja qual for o ramo de atuação do negócio, é essencial aliar criatividade, qualidade e beleza para deixar o espaço de trabalho perfeito.

Para ajudar você a elaborar um bom projeto corporativo, listamos aqui 7 dicas especiais para escolher o mobiliário para escritórios pequenos e combinar a decoração do espaço de maneira prática e funcional. Continue a leitura e tire suas dúvidas!

1. Use divisórias

O primeiro passo para montar um escritório é organizar os espaços, e as divisórias são uma ótima pedida para isso. Os modelos piso-teto, por exemplo, permitem que você controle a permeabilidade visual dos ambientes sem deixar a praticidade de lado.

Esse modelo de divisória conta com áreas de vidro que podem ser isoladas por uma persiana ou deixadas completamente abertas. O uso dessa solução facilita a climatização dos ambientes, trazendo mais autonomia aos usuários.

As divisórias funcionam ainda para melhorar a acústica e permitir que os funcionários tenham privacidade para realizarem suas funções. Especialmente para áreas de reunião, elas cumprem com eficiência o papel de uma parede de alvenaria, pois são facilmente adaptáveis.

2. Aposte no mobiliário prático

O mobiliário para escritórios pequenos precisa, acima de tudo, ser prático. Afinal, em um ambiente reduzido não há espaço para itens desnecessários, fora de proporção ou com defeitos. Para alcançar esse objetivo, aposte em mesas com gaveteiros acoplados, estantes e armários para arquivamento bem projetados. Cada espaço disponível deve ser aproveitado da melhor maneira para evitar desperdícios.

A qualidade dos materiais também influencia bastante nessa etapa, já que o mobiliário será usado constantemente. Portanto, a estrutura e o acabamento precisam ser fortes o suficiente para resistir tanto na função quanto na estética.

3. Dê atenção às cadeiras

Uma parte importante do mobiliário para escritórios pequenos são as cadeiras. Além do papel essencial que a ergonomia terá no conforto da equipe, o espaço que elas ocupam entre as mesas também influenciará no seu planejamento.

Escolha modelos compatíveis com o espaço disponível para evitar que as cadeiras obstruam a passagem. Lembre-se também de padronizá-las para criar uma unidade visual. Isso não significa que todas devem ser iguais, mas é preciso respeitar ao menos um ponto de coerência — pode ser o estilo, a cor, o tamanho ou o modelo, por exemplo. Isso tornará o visual do escritório mais leve e com aspecto organizado.

Aliás, a padronização é uma dica para todo o espaço. Ela traz a sensação de profissionalismo e organização, então invista nesse aspecto.

4. Aproveite o espaço vertical

A organização do ambiente é essencial para aproveitar melhor o mobiliário para escritórios pequenos. Para facilitar a execução do seu projeto e o dia a dia dos profissionais, aproveite todo o espaço vertical.

Prateleiras, nichos e estantes são ótimas soluções aqui. Elas servem para guardar objetos do dia a dia e ainda dão um toque especial à decoração. A dica é evitar o exagero, já que muitos itens à mostra podem comprometer o visual do escritório e deixar o ambiente pesado.

Alterne entre áreas com portas e vazadas para equilibrar. Assim, você aproveitará o melhor de cada espaço disponível sem prejudicar a estética do escritório.

5. Capriche na decoração

Uma boa decoração faz milagres por qualquer espaço. E quem não quer um escritório aconchegante, prático e bonito? Tudo isso pode conviver muito bem se você tomar alguns cuidados.

Alie o mobiliário para escritórios pequenos a uma decoração com objetos leves e que tenham uma função. Você pode, por exemplo, apostar em uma luminária com design atraente e que serve para controlar a iluminação do espaço. Assim, evita-se acumular objetos desnecessários que irão apenas poluir o ambiente.

Não se esqueça também de investir em plantas: elas são ótimas para deixar o escritório bonito e ainda dão uma sensação de bem-estar. Mesmo os cantinhos mal iluminados podem receber cactos, suculentas e pequenos terrários, dando um toque a mais de estilo.

6. Escolha as cores certas

Todas as dicas que trouxemos até agora podem ir por água abaixo se as cores não forem escolhidas com cuidado. O mobiliário para escritórios pequenos precisa ser acompanhado de uma paleta que favoreça o ambiente, então fique atento a este ponto.

Lembre-se que cores escuras podem deixar o visual pesado e com a impressão de ser ainda menor. Isso não quer dizer que seu espaço precise ser um bege só, mas sim que você deve apostar em tons neutros para as paredes maiores e móveis mais importantes.

Use os matizes fortes para pequenas áreas e objetos de decoração e mobiliário secundário. Isso irá garantir que seu escritório tenha personalidade sem pesar no visual. Itens menores também favorecem a mudança: é possível renovar o espaço apenas substituindo as peças de destaque.

7. Siga a identidade da empresa

O estilo do escritório precisa respeitar a identidade da empresa. Afinal, o ambiente de trabalho deve ser um reflexo da essência do negócio para os clientes e funcionários.

Experimente combinar o mobiliário para escritórios pequenos com as cores, texturas e formas da identidade visual da empresa. Esses elementos podem aparecer em pequenos toques de decoração, como um tapete, um vaso ou mesmo na cor das cadeiras. O importante aqui é manter a coerência para que o escritório seja uma parte harmoniosa da imagem da empresa.

Pensar no mobiliário para escritórios pequenos pode ser desafiador, mas seguindo as dicas que trouxemos aqui essa tarefa será muito mais simples. O segredo é encontrar itens práticos, versáteis e bonitos, lembrando sempre que em um espaço reduzido, cada peça precisa ser escolhida com extrema atenção.

Aproveite também para buscar os melhores fornecedores, pois produtos de baixa qualidade podem colocar em risco o resultado de todo o projeto. Já imaginou gastar centenas de reais em uma mesa que descasca com semanas de uso, ou divisórias mal instaladas que exigem manutenção frequente? Este certamente é um pesadelo que ninguém quer enfrentar.

E aí, está inspirado para usar os mobiliários para escritórios pequenos em seus projetos? Então aproveite para receber outras dicas e novidades diretamente na sua caixa de entrada: basta assinar a nossa newsletter!