qualidade de vida no ambiente de trabalho, a produtividade e a estética do local estão relacionadas a diversos fatores, como design e arquitetura corporativa. Um projeto estratégico e humanizado passa, entre outros aspectos, pela escolha dos armários para escritório. 

Não dá para imaginar um local de trabalho sem armários para guardar equipamentos, materiais, documentos e toda a papelada. Tais móveis devem estar em sintonia com as atividades da empresa, as necessidades dos colaboradores e a organização do ambiente.

Portanto, escolher os armários para escritório não se trata de algo banal, mas sim de uma missão muito importante dentro do contexto, tendo um alto impacto até mesmo no seu caixa. De olho nisso, levantamos 6 dicas fundamentais para auxiliar nesse processo, que farão com que os seus clientes tenham o melhor custo-benefício na hora desse investimento. Confira! 

Entenda as vantagens de escolher bem os móveis para escritório

Muito além da beleza e da elegância, os móveis corporativos influenciam na percepção do ambiente e na forma de interação do colaborador no posto de trabalho. Eles podem favorecer a realização de atividades e impulsionar a qualidade de vida do trabalhador.

Veja, a seguir, alguns bons motivos para dar a devida atenção aos armários para escritório. 

Ergonomia

As condições entregues ao colaborador para a realização de suas funções dizem muito sobre o comprometimento da empresa, tendo influência direta na qualidade da produção e de vida no ambiente. A instalação de armários, além de possibilitar a execução do trabalho, oferece conforto e segurança, fazendo parte do conjunto de itens que garante a ergonomia dos postos de trabalho. 

Produtividade

Com condições propícias à organização do local e à otimização do tempo, a tendência é que o trabalho seja entregue em um período menor. Desse modo, evidenciamos o aumento da produtividade e, na prática, um uso mais estratégico da carga horária. 

Mas os armários para escritório têm essa influência direta na produtividade? Para responder a esse questionamento, basta pensar na diferença entre encontrar um documento devidamente arquivado no armário e procurar em caixas e mais caixas espalhadas pelos setores afora. 

Bem-estar e engajamento dos colaboradores

Diante do que apresentamos acima, trata-se de resultados esperados. O bom uso do tempo, a fluidez dos processos e a organização do ambiente fazem com que o colaborador tenha conforto para entregar as suas tarefas.

Tal tranquilidade reflete-se em bem-estar no trabalho e no aumento do sentimento de pertencimento à empresa. Esse é mais um exemplo de como a arquitetura corporativa influencia na atmosfera das organizações. 

Saiba como selecionar as melhores opções

Ótimo! Agora que você sabe o quanto o mobiliário é importante, chegou o momento de ver as melhores dicas para acertar nas escolhas. Listamos as 6 mais certeiras abaixo. 

1. Opte por peças coerentes com o projeto visual da empresa

Esse é um dos primeiros aspectos a serem considerados. Os armários são parte do contexto e, portanto, devem estar em harmonia com o conceito da decoração e o projeto visual do escritório. 

Se a empresa for descolada e moderna, não faz sentido investir em móveis pesados, sérios. Mas a companhia é tradicional, conservadora? Nesse caso, nada de design futurista ou acabamentos em tons vibrantes. Entenda o todo do projeto e insira os armários nessa lógica. 

2. Considere sempre as dimensões do local e dos móveis

A trena é uma aliada indispensável na hora de escolher os móveis. É essencial ter a exata medida da área do escritório para: 

  • desenvolver um bom layout e uma correta distribuição dos demais móveis;
  • saber onde os armários serão estrategicamente instalados;
  • planejar móveis com medidas ideais para a área do escritório, levando-se em conta a disponibilidade de espaço e a necessidade de armazenamento. 

É comum vermos clientes que adquirem peças sem estarem atentos a esses critérios, mas os resultados são prejuízos e grandes dores de cabeça. Jamais compre móveis sem conhecer as suas medidas ou avaliar a proporção do espaço a ser ocupada por eles. 

3. Avalie toda a documentação e os materiais a serem armazenados 

Faça um levantamento de tudo o que precisa ser guardado nos armários. Pastas, material de escritório, documentos, arquivos, brindes, suprimentos e tudo o que será armazenado ali deve ser considerado. 

Com essas informações, é possível desenvolver armários na medida da necessidade do escritório. Não adianta querer fazer toda a armazenagem da empresa em um só lugar, mas também não é preciso algo exagerado. Ter um móvel que ofereça conforto e organização só é viável diante da completa avaliação do que vai ser colocado nele. 

4. Leve em conta o número de pessoas que usarão os armários

Trata-se de um ponto diretamente relacionado à ergonomia e à segurança do ambiente. É preciso levar em conta a quantidade de pessoas que vai usar os armários, quantos setores terão acesso e o que vai ficar em cada lugar. 

Tal quantia determina o número de portas e divisórias, levanta a questão da segurança de objetos e traz informações de uso restrito e da estrutura dos armários, como veremos no tópico a seguir. Além disso, ela tem ligação com a conservação do móvel, a convivência e a responsabilidade de todos que o utilizarão. 

5. Escolha o material adequado 

De acordo com o volume de itens a ser armazenado, o peso desses objetos e a quantidade de pessoas, é preciso selecionar o material que será a base dos armários. Hoje em dia, é possível encontrar uma infinidade de materiais e acabamentos — que vão desde vidro até fórmicas, metais, madeiras e compensados. 

Os armários em madeira e metal oferecem mais resistência, sendo adequados para itens pesados ou grandes quantidades de objetos. Já materiais mais leves, como vidro, são ideais para volumes e pesos menores. 

6. Trabalhe com fornecedores de alta credibilidade 

Para ter qualidade no resultado, prezar pela segurança e deixar a dor de cabeça bem longe do escritório, é vital pesquisar e escolher um fornecedor idôneo, que se comprometa com os melhores resultados para o cliente. Tenha cuidado com preços muito abaixo do mercado, prazos irreais e promessas mágicas. 

Viu só como a escolha dos armários para escritório pode influenciar na qualidade do ambiente e até nos resultados da empresa? Tão importantes quanto os demais elementos da decoração, eles comunicam os atributos e compõem a atmosfera da marca. Com as dicas deste artigo, não tem como errar na hora de comprá-los.

Para oferecer um trabalho de excelência, que atenda à necessidade e ao estilo de cada cliente, conte com a Marelli. Entre em contato conosco