Não é segredo que o mercado está cada vez mais acirrado e se torna imprescindível trazer coisas novas para competir de igual para igual, não é mesmo? No entanto, nada disso funcionará se a sua empresa não adotar um atendimento personalizado.

Basicamente, esse tipo de estratégia é uma das formas de proporcionar um diferencial em relação ao que a concorrência tem feito. O propósito é dar mais flexibilidade ao contato, coletar dados relevantes e promover uma relação humanizada, pensando estritamente nos pontos de dor dos clientes.

Sendo assim, se quer mesmo alavancar os negócios e aumentar o seu potencial competitivo, acompanhe e confira algumas dicas que trouxemos sobre o assunto!

Conheça o perfil dos seus clientes

Antes de pensar em oferecer um projeto arquitetônico, você precisa ter em mente quais os tipos de pessoas que se interessariam mais pelo seu negócio. Conhecer o perfil do público-alvo é primordial para aprimorar o serviço prestado e, principalmente, alinhar os interesses da empresa com os dos contratantes.

De uns tempos para cá, é inegável que os clientes estão mais exigentes e cobram coisas que nem eram motivos de reclamação antes. Por isso, a fim de atender melhor as pessoas presentes em seu nicho de mercado, saiba ouvi-los e reposicione suas estratégias para suprir os pontos de dor de cada um deles no momento certo da jornada.

Resolva os problemas com agilidade

Embora seja prazeroso colocar todo o seu conhecimento arquitetônico em um projeto e propiciar um ambiente aconchegante para o público, saiba que nem tudo são flores e sempre terá alguém insatisfeito com algo. Nesses momentos, é preciso ter jogo de cintura e resolver os problemas o mais rápido possível.

Vamos imaginar que o seu cliente queira trocar os móveis do escritório e remodelar o layout por completo, porém, o seu fornecedor está com sérias dificuldades para entregar os produtos. Com isso, é interessante trabalhar com possíveis imprevistos no planejamento e, sempre que possível, identificar o seu poder de barganha em relação aos outros fornecedores ou até oferecer soluções alternativas para minimizar os danos.

Disponha de vários canais de comunicação

Com a democratização da informação por meio da internet, fica inconcebível não ter uma presença online e oferecer diversas maneiras de contato com os clientes. O marketing para arquitetos sofreu muitas modificações com o passar dos anos e se integrar às novas tendências de mercado vai além da modernidade, e sim, de sobrevivência.

Um atendimento personalizado e multicanal faz com que o seu cliente tenha mais opções de estabelecer contato com a empresa e, naturalmente, possa depositar uma confiança maior. No entanto, independentemente se atenderá pelas redes sociais, site, e-mail marketing e demais canais, entenda que a linguagem deve ser a mesma para evitar possíveis ruídos na comunicação.

Estabeleça um diálogo amistoso

Se você tem a pretensão de atrair mais clientes e aumentar o prestígio da empresa diante o mercado que atua, lembre-se que a cordialidade no atendimento é de suma importância para alcançar isso. Talvez você não tenha percebido ainda, mas a forma como atende as pessoas corresponde a boa parte da venda em si e isso pode melhorar, significativamente, a percepção do público em relação ao seu negócio.

Sendo assim, caso tenha uma equipe dando o suporte necessário para solucionar as demandas da empresa, invista no treinamento desses colaboradores, a fim de propiciar um atendimento de qualidade. Além disso, mesmo que o cliente esteja uma pilha de nervos, saiba ponderar as palavras e apresentar as melhores soluções para cada caso.

Desenvolva a empatia

Lembra daquela velha máxima de que é preciso fazer ao outro aquilo que gostaria que fizessem para você? Pois é, o atendimento personalizado respira empatia, pois, com ela, é possível compreender melhor o que aflige o público e remodelar o seu planejamento de acordo com as necessidades expostas.

Uma negociação à base de uma boa conversa auxilia bastante no desenvolvimento de um projeto arquitetônico e, ainda, permite que os prazos sejam cumpridos rigorosamente. Quando você compreende os objetivos dos clientes, fica mais fácil criar uma linha de raciocínio que possa alinhar ambos interesses, além de deixar o contato mais humanizado.

Aja com responsabilidade

Um dos princípios básicos de um bom atendimento é sempre entregar aquilo que prometeu ao cliente. A arquitetura, principalmente a corporativa, não se sustenta apenas com promessas, mas sim com projetos que correspondam ou cheguem o mais perto possível do que os clientes esperam.

Para tanto, desde o primeiro encontro com o cliente, você precisa estruturar a reunião, abordar os principais tópicos, focar nas necessidades do seu contratante e criar valor para aquele projeto. O segredo, basicamente, é prestar atenção nos detalhes e firmar um compromisso de que dá conta de atender aquela demanda, afinal, é a sua carreira, experiência e imagem da empresa que estão em jogo.

Supere as expectativas do público

Ao entregar um projeto mobiliário ou qualquer outra proposta designada pelos contratantes, você precisa ir além do que eles estão esperando, pois isso é uma forma clara de mostrar que você tem a expertise para dar conta do recado. Logo no escopo do projeto, dê palpites pertinentes e explore seus conhecimentos para maximizar o potencial arquitetônico, aliando, assim, a experiência à funcionalidade.

O capricho no atendimento contribui consideravelmente para que as pessoas deem valor ao que você faz, além de elevar a credibilidade da sua marca. Lembre-se que mais do que um mero projeto, você terá em mãos a missão de transformar um sonho no esboço que pode mudar a vida daquela pessoa física ou jurídica.

Invista no pós-venda

Por fim, mas não menos importante que os demais tópicos, entenda que o atendimento personalizado não se restringe à venda em si, pois é preciso continuar a manutenção de bons laços com o público. Se você ainda não percebeu, a política de pós-venda é crucial para fidelizar clientes na arquitetura, visto que eles se sentirão queridos de alguma forma e as chances de retornarem a fazer negócio são enormes.

Além disso, pelo fato de prestar um atendimento qualificado e superior ao que os clientes esperavam, é possível que muitos deles recomendem a sua empresa para outras pessoas e, assim, aumentar as receitas de forma orgânica. Com isso, os processos se tornarão mais claros e, consequentemente, será muito difícil a concorrência vencer esse páreo.

Portanto, coloque na ponta do lápis todas as informações passadas e faça um exercício de reflexão sobre o seu atendimento personalizado. Modifique o que for preciso e mensure os resultados constantemente, visando sempre a melhoria da empresa para, assim, deixar os clientes confortáveis para negociarem outras vezes.

Gostou deste artigo a respeito do atendimento personalizado? Quer ter mais dicas para desenvolver um serviço de qualidade? Então, aproveite a visita ao blog e veja 6 ações para se diferenciar no mercado!