Um dos ambientes mais importantes de uma empresa é a sua recepção. Afinal de contas, é ali o primeiro lugar ao qual o cliente terá acesso e, portanto, vai ser a primeira impressão que vai formar sobre o negócio.

Embora seja ideal que todos os espaços representem o espírito da corporação, a recepção merece um cuidado especial. Caso esteja interessado em saber como decorar a recepção da empresa com bom gosto e funcionalidade, continue lendo o nosso post!

Arquitetura

Lidar com um projeto corporativo envolve desafios diferentes daqueles associados aos projetos residenciais. Afinal, nos ambientes empresariais, a funcionalidade é tão importante quanto a estética. 

Recepções são áreas da empresa onde o tráfego de pessoas costuma ser grande ou maior do que o normal. Por isso, investir em uma arquitetura mais aberta, livre de paredes e pilastras bloqueando o caminho e a vista é uma boa ideia. 

A posição da mesa de recepção em relação à porta também é um fator a ser levado em consideração no momento de planejar a arquitetura do local — uma porta abrindo diretamente para a mesa da recepção cria um sentimento de acolhimento maior, com o visitante já tendo uma referência clara no momento da entrada. 

Porém, caso o intuito seja criar uma atmosfera mais formal ou fazer com que a primeira impressão do visitante seja formada por algum outro ponto focal (como a logomarca da empresa ou um lobby mais sofisticado), coloque a mesa em um ângulo que permita que ela seja vista pela porta, mas não esteja completamente de frente para ela. Assim, o visitante vai saber para onde se dirigir.

Por fim, uma questão de extrema importância quando o assunto é a arquitetura da recepção é a acessibilidade. A existência de rampas, avisos e espaço para o trânsito de pessoas que apresentam qualquer tipo de necessidade especial de locomoção não é apenas uma obrigação da empresa, como também mostra a preocupação que o negócio tem com todos os seus clientes e visitantes.  

Cores

Existem diferentes fatores que devem ser levados em consideração na hora de escolher as cores presentes na recepção.

Em primeiro lugar, é preciso pensar nas cores que constituem a identidade visual da empresa. São elas que vão criar o tipo de ambiente desejado na recepção?

Pois vamos supor que vermelho seja uma das principais cores a constituir a identidade visual da empresa. Seria uma boa ideia tornar essa cor a base da decoração da recepção? Caso a intenção seja criar um ambiente com o ar mais tranquilo e calmo, ou até mesmo em uma decoração mais tradicional, talvez o vermelho não seja a melhor opção. 

O que não quer dizer que a cor não deva ser usada. Caso a cor que constitua a identidade visual da empresa não seja adequada para as paredes, por exemplo, ela pode aparecer em objetos, almofadas e até mesmo no estofado de sofás e cadeiras.

Após consideradas as cores da identidade visual, é preciso pensar na atmosfera que se deseja criar na recepção. A intenção é deixar o espaço mais despojado ou mais sofisticado? Mais tranquilo ou mais efervescente?

Paredes brancas podem ser uma ótima pedida em empresas mais tradicionais, mas provavelmente vão ser uma oportunidade perdida em um negócio de cunho mais criativo. 

Pense bem não apenas no apelo estético das cores, mas nos efeitos que elas causam nas pessoas. O esquema de cor certo pode transformar completamente a recepção de uma empresa. Por isso, não deixe de tirar o melhor proveito possível dessa etapa da construção da recepção.

Objetos

Para decorar a recepção, é preciso ser seletivo em relação aos objetos, pois muitos deles espalhados podem criar uma sensação de desorganização, o que pode não causar uma boa impressão nos clientes. 

Por isso, ao avaliar a necessidade de um enfeite, considere a praticidade do mesmo. Plantas, por exemplo, devem ser dos tipos que requerem poucos cuidados e que estejam sempre com a aparência saudável.

A jiboia-verde, a peperômia e a língua de sogra são plantas populares em ambientes corporativos, pois elas são muito resilientes e necessitam de poucos cuidados para que suas folhas permaneçam com uma bela aparência. Já flores coloridas, como é o caso das rosas e dos cíclames, duram pouco tempo e precisam ser trocadas com frequência.

Agora, quando o assunto é objetos necessários ao ambiente, é importante planejar a melhor forma de integrá-los ao espaço. É o caso das lixeiras e do porta guarda-chuva. As lixeiras devem ser posicionadas em lugares discretos, mas de fácil acesso aos visitantes.

Já o porta guarda-chuva apresenta um desafio à parte. Como uma das funções que ele exerce é impedir que as pessoas molhem a recepção, é importante que o objeto seja colocado antes ou logo na porta de entrada. Por isso, como ele estará bem à vista de todos, é necessário que a peça seja atraente e siga o estilo da decoração. Hoje em dia, existem diversos modelos diferentes com esse propósito, e por isso não é difícil encontrar um que combine com o estilo escolhido. 

Móveis e acabamentos

Da mesma maneira que os objetos, os móveis escolhidos para compor uma recepção também precisam apresentar praticidade. Opte por peças que sejam fáceis de limpar e com acabamentos resistentes. Afinal de contas, um sofá manchado ou desgastado vai causar uma péssima impressão nos seus visitantes. 

O mesmo princípio deve servir para os revestimentos. Escolha materiais para o piso que sejam de fácil manutenção e que sejam resistentes a um trânsito maior de pessoas. 

Por fim, a recepção da empresa merece cuidados especiais. São muitos fatores a serem levados em consideração a fim de causar a melhor impressão possível. Praticidade, beleza e um estilo que traduza bem a identidade da marca são elementos que vão definir uma recepção bem planejada.

A Marelli oferece as melhores soluções em planejamento de ambientes corporativos, empresas e indústrias. Nossa equipe é formada por especialistas treinados para alinhar o melhor do design e decoração com as necessidades específicas de cada negócio. Entre em contato conosco e descubra as melhores alternativas para decorar o espaço da sua empresa.