Você pode até saber falar com precisão sobre os materiais usados em cada projeto, mas quando esse valor é devidamente apresentado para o cliente, o impacto é outro. Afinal, por mais que você tenha todos os processos detalhados em programas de gerenciamento ou registre tudo em planilhas de execução, a fotografia continua sendo a melhor forma de garantir uma boa visibilidade para o seu trabalho.

Somos muito impactados pelos estímulos visuais, e quando pensamos em um portfólio profissional, as fotos de projetos de arquitetura agregam valor ao trabalho. Se a sua empresa ainda não aproveita bem esses recursos, é importante pensar e planejar bem sua estratégia. Afinal, seus clientes atuais e em potencial estão de olho em seu site e nas mídias sociais, e ter um portfólio rico em imagens de boa qualidade pode melhorar muito o seu posicionamento no mercado.

Confira algumas dicas abaixo e saiba como aperfeiçoar as fotos dos seus projetos de arquitetura!

Por que fotografar seus projetos?

Fotos são documentos com um apelo muito significante: valor de registro e de memória. Elas também asseguram que todo o projeto seja documentado e ainda mostram visualmente a evolução do profissional, as tendências e a qualidade da empresa.

Como já ressaltamos, todo escritório de arquitetura deve fotografar seus projetos para fazer um registro visual daquilo que produz e gerar material de referência para seu portfólio. Além de servir como um excelente cartão de visitas para os clientes, esse material também poderá ser usado em peças de divulgação e marketing e em ações de mídias sociais, entre outras iniciativas.

Como planejar as fotos de projetos de arquitetura?

Na hora de planejar suas fotos, é importante registrar todas as etapas realizadas, incluindo esboços, desenhos e pré-projetos que estão em software de imagem, os ambientes vazios e antes da transformação, o processo sendo feito e totalmente finalizado. Pense no equipamento que será usado para o registro, estipule datas e escolha quem fará as fotos.

Não se esqueça de incluir o prazo do projeto e dividir as fotos de acordo com o período de duração do trabalho. Para garantir boa visibilidade, é interessante que as fotos sejam feitas em alta resolução, em posição vertical e horizontal e durante o dia. Para manter a coerência do registro, coloque as fotos em pastas datadas e bem identificadas.

As fotos precisam ser profissionais?

Muitas empresas de arquitetura deixam de fotografar seus projetos por achar que não podem arcar com o trabalho de um profissional. Na verdade, o importante é fazer o registro de forma estruturada, mesmo que ele seja feito por membros da própria equipe que não tenham necessariamente formação em fotografia — muitas vezes, bastam algumas dicas e boa vontade para que as fotos alcancem o resultado esperado.

É claro que esse material não será usado para catálogos ou outros materiais que exigem grande profissionalização, mas você pode aproveitá-lo para documentar e ilustrar as etapas dos projetos nas redes sociais da empresa, por exemplo. O que vale nesse caso é o registro!

Quais regras devem ser usadas para fotografar os projetos?

Você optou por fazer as fotos de maneira amadora? Não se preocupe! Listamos abaixo algumas regras básicas que podem ajudar a equipe a fazer isso de fora simples:

  • escolha um equipamento de boa qualidade para fazer as fotos. Não precisa ser uma câmera profissional — às vezes, até um bom celular pode dar conta do recado;
  • tenha atenção aos enquadramentos: é importante fazer fotos de vários ângulos e, se o registro for feito pelo celular, não se esqueça de colocar a câmera em posição horizontal;
  • observe a iluminação do local fotografado e jamais posicione a câmera contra a luz. Procure também fazer fotos do alto e de baixo para cima, observando a posição do sol e a luminosidade natural, tendo cuidado com as sombras;
  • baixe as fotos e armazene-as de forma organizada, com data e descrição do ambiente e etapa do projeto documentada;
  • atenção para manter o foco das imagens — isso evitará que a figura fique com um aspecto borrado. Essa tarefa pode ser mais difícil se a câmera estiver no modo manual, então mude para o modo automático se não se sentir seguro para fazer esse controle sozinho;
  • faça fotos coloridas e, sempre que possível, evite usar o flash. Se precisar, coloque algumas imagens em P&B ou use efeitos para destacar registros especiais, mas lembre-se de manter os originais intactos para usos futuros.

Onde se inspirar?

Muitos escritórios de arquitetura e design de interiores fotografam seus projetos, então não deixe de conferir o site e as mídias sociais da concorrência para se inspirar. Observe que tipo de fotos eles fazem, o nível do detalhamento e os elementos que são priorizados.

Mas atenção: nada de copiar ideias, ok? O importante é captar boas referências para desenvolver seus próprios registros de forma original. Apostem em imagens e estilo autorais e faça com que as pessoas tenham prazer em conhecer seus projetos. Seja criativo e não tenha medo de inovar: seguindo esses passos, pode ter certeza de que a sua empresa rapidamente se tornará uma referência!

Como usar as fotos após o projeto ser concluído?

As fotos podem ser usadas para ilustrar o portfólio da empresa, nas redes sociais e até em relatórios de produção. Por isso, os registros devem ser feitos de forma clara, enfatizando a dimensão do trabalho prestado pelo seu escritório. Depois de ter as fotos dos projetos devidamente organizadas, o momento de apresentar a empresa para os clientes será muito mais produtivo e inspirador.

Em um segundo momento, você pode até organizar uma linha do tempo com as fotos dos projetos para demonstrar a evolução, a variedade e a versatilidade das suas entregas. Aqui, é interessante destacar projetos e propostas diferentes para dar opções aos futuros clientes.

Outro tópico importante que deve ser pensando é a forma de armazenar esse material fotográfico. Fotos requerem muita memória para armazenagem, então considere guardá-las em um HD físico e na nuvem. Assim, o risco de perder esse material tão rico será consideravelmente minimizado.

Viu só como fazer fotos de projetos de arquitetura é mais simples do que se imagina? Lembre-se que um portfólio bem elaborado pode fazer toda a diferença na percepção do seu trabalho e garantir mais visibilidade para a sua empresa, então coloque essas dicas em prática agora mesmo!

Para ter acesso a outros conteúdos como este, basta nos acompanhar nas redes sociais: estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn!