As salas de reuniões são espaços de alta importância na empresa, pois além de serem o espaço para discussões importantes, comunicam os atributos e a cultura da organização. Para criar uma estrutura estratégica e favorável à produtividade e aos negócios, é preciso cuidar de cada elemento desde a escolha de mesas, equipamentos e cadeiras para sala de reunião até a detalhes como objetos de papelaria e material de escritório. 

Por meio da estética da sala, do ambiente e da infraestrutura é possível conhecer um pouco mais sobre a organização e até sobre sua gestão.

Entre os itens que mais influenciam na funcionalidade, no conforto e na ergonomia do ambiente estão as cadeiras para mesa de reunião. Elas são capazes de gerar uma boa impressão, mas também de deixar as pessoas extremamente desconfortáveis (e assim podem até colocar um bom negócio a perder).

De olho nisso, hoje vamos lhe apresentar quais critérios devem ser considerados na hora de escolher as cadeiras para sala de reunião em escritórios. Confira!

Quer saber tudo sobre cadeiras para escritório? Como escolher, cuidados, conforto vs design, como aplicar no projeto e mais? Participe de nosso Webinar com a arquiteta especialista em neuroarquitetura Priscila Bencke:

como escolher cadeiras de escritório

5 critérios que as cadeiras para sala de reunião devem seguir

cadeiras-sala-de-reuniao-como-escolher

1. Ergonomia

De modo simplista, a ergonomia é a otimização da relação entre o equipamento e o usuário. Por isso, é preciso proporcioná-la a quem frequenta a sala de reuniões.

É necessário também considerar aspectos que ultrapassem a estética e preservem a saúde e o bem-estar de quem utiliza as cadeiras.

Assim sendo, é imprescindível que as cadeiras para sala de reunião permitam uma boa postura, estejam na altura correta, tenham apoio para os braços e encostos adequados, entre outros detalhes. 

Todas as cadeiras da Marelli são criadas com base nesses critérios de ergonomia e em acordo com as exigências dos órgãos reguladores.

cadeira-reuniao-projeto-londrina

Sala de reunião ampla e com cadeiras bem divididas ao longo da mesa | Projeto Marelli Londrina.

É importante ressaltar que a sala de reuniões faz parte do contexto do escritório e assim como os demais postos de trabalho, deve oferecer condições favoráveis à execução das atividades e à qualidade de vida no ambiente de trabalho

2. Conforto 

Atrelado à ergonomia está o conforto das cadeiras fixas para sala de reunião. A ideia é que as pessoas se sintam bem e à vontade com o mobiliário e foquem no objetivo do encontro.

Já pensou no meio de uma negociação importante perceber um dos clientes incomodado com o assento? Certamente, esse incômodo pode atrapalhar o processo. 

Para não correr esse risco, aposte em cadeiras de rodinha para sala de reunião com:

  • encosto mais alto;
  • suporte para apoiar os braços;
  • acolchoado no assento;
  • rodinhas, quando for viável para a estrutura e o piso da sala. 
cadeira-premium-reunião-projeto-sul

Sala de reunião da Keko – Projeto Marelli Caxias do Sul.

Leve em conta também que em uma sala de uso misto (usada para receber fornecedores, visitas, clientes e também para rotinas internas), muitas vezes a temática da reunião pode ser tensa e sensível. Uma cadeira desconfortável pode piorar o clima e deixar os ânimos ainda mais exaltados. 

3. Material e acabamento

A escolha dos materiais de estrutura das cadeiras para mesa de reunião como o estofado, o tecido e os acabamentos, são essenciais tanto em relação ao conforto quanto em relação à estética da peça. E claro, determinam critérios como durabilidade, limpeza, qualidade e custo.

O ideal é que se façam escolhas com base nas necessidades e nas condições da empresa e em harmonia com o projeto visual, como vamos detalhar no item a seguir. As opções mais procuradas no mercado são: 

  • espuma injetada: inserida nos assentos e no encosto para criar uma espécie de “almofada”. Ela tem resistência e durabilidade maiores que outras espumas; 
  • telas: apresentam um estilo mais jovial e oferecem mais ventilação para as costas. É recomendado escolher um material resistente, porém macio para garantir conforto para a pele do usuário; 
  • tecidos naturais: são os preferidos para cadeiras mais requintadas. Normalmente, os mais usados são couro e algodão; 
  • tecidos sintéticos: são opções mais em conta e usados em cadeiras mais simples. Têm uma durabilidade menor, mas esteticamente são bonitos e não deixam nada a desejar. 
sala-reuniao-cadeira-joinville

Sala de reunião integrada ao espaço de trabalho com cadeira de rodinha ideal para carpete | Projeto Marelli Joinville.

E para os rodízios? O que vai decidir o material dos rodízios é o tipo de piso do local onde as cadeiras serão colocadas. Para tanto, considere: 

  • poliuretano: recomendado para ambientes com tapetes e carpetes; 
  • polietileno: indicado para pisos lisos, como madeiras e porcelanatos, pois não arranha nem marca o chão. 

4. Design

O design das cadeiras para sala de reunião em escritórios deve estar alinhado com o projeto de decoração da sala e com a identidade visual da marca.

Coerência e equilíbrio formam o caminho mais seguro para a escolha correta. Você pode optar por cadeiras mais modernas, básicas ou tradicionais, desde que se mantenha essa sintonia com o todo. 

É essencial conciliar o design com a ergonomia, de modo que a ergonomia prevaleça na hora de escolher as cadeiras para sala de reunião, como discutimos nos tópicos anteriores.

tipo-cadeira-sala-reuniao-projeto-rj

Design diferenciado das cadeiras para sala de reunião | Projeto Marelli RJ.

Mas fique tranquilo! Atualmente, podemos encontrar modelos altamente sofisticados e criativos, que seguem à risca os padrões ergonômicos recomendados. 

E as cores? Na maioria dos casos, a opção é pelas cadeiras em tons básicos como branco, marrom e preto, porém em ambientes mais informais e descontraídos, as cadeiras de escritório coloridas têm bastante procura.

O ideal, ao escolher os tons mais vivos, é inseri-las em uma sala mais espaçosa e com detalhes mais neutros para não pesar o ambiente. 

5. Tamanho da sala

O espaço disponível para as cadeiras para sala de reunião precisa ser avaliado também, pois é necessário manter uma área de livre circulação na sala. Além disso, elas precisam ficar confortavelmente acomodadas na mesa. 

tamanho-sala-cadeira

Sala espaçosa com núcleos de mesa separados | Projeto Marelli Belém.

Em salas espaçosas, todo o mobiliário corporativo pode ser maior, mais escuro e colorido. Em salas pequenas, as cadeiras mais compactas com rodízios mais estreitos são mais recomendadas. Assim, o ambiente não fica cheio e não dá aquela sensação de sufocamento. 

Escolha com critério seu fornecedor de cadeiras para sala de reunião

Por fim, é necessário avaliar ainda o custo-benefício das cadeiras para sala de reunião e a credibilidade do fornecedor. Ao adquirir as peças, a proposta é que o usuário conte com um produto de alta qualidade e boa durabilidade.

Por isso, busque parceiros e fornecedores que atuem de acordo com as exigências dos órgãos reguladores, como o INMETRO e a ABNT, e cujo histórico no mercado seja de compromisso e qualidade. 

Na Marelli, estamos altamente comprometidos com a satisfação dos nossos clientes.

Com mais de 35 anos no mercado e mais de 30 lojas espalhadas no Brasil e na América do Sul, já comprovamos nossa capacidade em estabelecer relações de confiança a longo prazo com escritórios de arquitetura, designers de interiores e empresários.

Com o diferencial de oferecermos uma solução completa em mobiliário corporativo: assentos, móveis e divisórias piso teto, podemos ser o parceiro que você está procurando para seus projetos de arquitetura corporativa.

Solicite seu Orçamento