O mundo da decoração e do design está constantemente repleto de inovações. Seja quanto à estética, à praticidade ou ao conforto, o mercado apresenta propostas inovadoras a cada momento.

Algumas tendências têm despontado agora e outras já chegaram para ficar, como é o caso do minimalismo e do mix de texturas. Caso o seu escritório seja do tipo que valoriza sempre estar atualizado em relação ao que há de mais moderno, é preciso ficar de olho naquilo que os experts andam dizendo.

E foi pensando em quem quer ficar por dentro do que existe de melhor no mercado de decoração e design que preparamos este artigo. A seguir, apresentaremos as 7 tendências de design de móveis que você precisa acompanhar. Continue a leitura e confira!

1. Minimalismo

Mais do que uma questão estética, o minimalismo tem se tornado um estilo de vida para muitas pessoas. E não é diferente quando falamos sobre ambientes corporativos: grande parte dos escritórios tem adotado a estética minimalista, com poucos móveis, espaços abertos e muita luz natural.

Por fazer uso de poucos elementos, uma decoração minimalista tende a ser mais econômica. Porém, exatamente pela pouca quantidade de objetos em um ambiente, é preciso ter cuidado na hora de escolher cada um. 

Como o minimalismo combina com a sensação de calma, escolha móveis em tons claros e neutros, que, além de trazerem tranquilidade para o local, ampliam o espaço. Aposte, ainda, em itens funcionais, que atendam a mais de uma necessidade quando possível. 

2. Mix de texturas

Com a tendência minimalista sendo aceita amplamente em ambientes corporativos, o mix de texturas tem se tornado uma boa forma de dar personalidade e criar pontos de interesse no ambiente. Se forem usadas da maneira correta, as texturas podem aumentar a experiência sensorial do espaço e também a sensação de conforto do usuário.

Couro (falso ou verdadeiro), veludo e acrílico podem ser intercalados, de forma a criar contrastes interessantes. Pense no conjunto da mesa, cadeira e divisória, por exemplo, e você terá uma ótima oportunidade de usar um mix de texturas que dê mais personalidade ao espaço de trabalho.

3. Cores

Referência quando o assunto envolve cores, a Pantone lançou as paletas que vão ditar tendências em 2018. Uma delas é o jogo de azuis com alaranjados, tons opostos no círculo cromático que, se usados em conjunto, garantem um ar moderno e mais informal do que apenas cores sóbrias.

Por se tratar de uma combinação um tanto quanto inusitada, ela é indicada principalmente para ambientes corporativos mais audaciosos e descontraídos. Outra opção que combina muito com locais de trabalho é a paleta “Intricacy”, que oferece tons metálicos neutros que vão do ouro rosado ao bronze.

Tais tonalidades são curingas e combinam com praticamente qualquer coisa. Aposte nessa paleta em espaços mais sofisticados e elegantes ou, até mesmo, naqueles com um ar bem futurístico. 

4. Conforto e praticidade

Percebendo a importância do bem-estar físico e mental no espaço de trabalho, as empresas têm investido mais e mais na construção de espaços que ofereçam uma oportunidade para os colaboradores descansarem e “recarregarem a bateria”. 

O conforto tem sido cada vez mais priorizado em ambientes corporativos. Para tanto, são usados itens como:

  • cadeira ergonômica;
  • mesas ajustáveis;
  • puffs;
  • sofás de última linha. 

5. Low Poly

Formas geométricas oferecem alternativas para criar um ambiente mais chamativo e com diferentes focos. E o estilo Low Poly é uma tendência em alta no momento.

Ele se baseia no uso de formas geométricas em vários elementos da decoração. Seja no papel de parede ou na mesa de centro, cubos, cilindros e retângulos cobrem a área com esquemas de cores que vão ajudar a definir o tom do espaço.

Caso a ideia seja criar um cômodo mais descontraído, o uso de cores fortes e brilhantes é indicado. Já os tons puxados para o pastel dão um ar retrô à decoração, ao passo que as combinações sóbrias ajudam a compor uma atmosfera mais formal.

6. Elementos naturais

Refletindo a nova onda do minimalismo e a preocupação com o meio ambiente, o uso de elementos naturais na decoração vem chegando com tudo. 

Madeiras, bambus, mármore e metais estão sendo aproveitados não apenas na fabricação de móveis, mas nos objetos de decoração. A presença de elementos naturais aumenta a sensação de conforto e cria um ambiente mais harmonioso. 

Lixeiras de bambu, objetos decorativos feitos de madeira e cadeiras de metal são ótimas opções para a recepção de um espaço corporativo. Isso porque, além de trazerem um apelo visual, contribuem para uma imagem de sintonia com a natureza. 

7. Espaços flexíveis e dinâmicos

Com inovações em design e tecnologia, as pessoas estão cada vez mais empenhadas em fazer o melhor uso possível do que está disponível. Sendo assim, muitas das vezes elas preferem investir em móveis mais caros, mas que cumprem mais de uma função, de modo a equilibrar o investimento.

A ideia de um espaço flexível e dinâmico é importante e até essencial para ambientes corporativos que contam com uma metragem limitada para a entrega de suas atividades. Uma sala de reunião que não é utilizada o tempo todo pode, com os móveis certos, se transformar em um auditório para workshop ou um local aberto para dinâmicas de grupo. 

Caso esteja pensando em criar espaços dinâmicos para sua empresa, considere móveis de fácil transporte, como aqueles dobráveis ou com rodinhas, e certifique-se de onde quer que eles sejam alocados, compondo o ambiente. 

Como você pôde perceber, a escolha planejada dos móveis vai fazer toda a diferença na hora de definir o visual e a atmosfera de seu escritório. Busque alinhar a estética ao conforto e à funcionalidade dos móveis eleitos, tendo o cuidado de adquirir tudo de uma empresa especializada de confiança.

Essas são apenas algumas das tendências que têm dado o que falar no mercado de decoração e design de móveis. Lembre-se de sempre procurar por inspirações para deixar seu escritório com um visual atualizado.

E então? Gostou das opções descritas neste artigo? Deixe um comentário abaixo e conte-nos o que achou!