Os objetos de decoração funcionais têm ganhado muito espaço no mercado atualmente, pois, devido à alta competitividade do mercado, os empreendedores têm percebido a importância da estética do ambiente para conquistar clientes e reter talentos. Porém, os escritórios não podem abrir mão da funcionalidade. Logo, há uma tendência de fazer projetos cada vez mais arrojados para o mundo corporativo.

Por isso, preparamos este post para que você entenda a importância de um local bonito, elegante e personalizado para melhorar o desempenho dos seus processos e tornar o trabalho mais prático. Acompanhe!

Quais são as vantagens de um escritório bem organizado?

Praticidade

objetos de decoração funcionais

Até alguns anos, funcionalidade e estética não interagiam entre si na maioria dos projetos corporativos. Ou os arquitetos criavam designs interiores simplórios, mas funcionais, ou faziam projetos com estratégias arrojadas que não tinham muita utilidade. Felizmente, a linguagem arquitetônica corporativa evoluiu bastante na última década, percebendo que beleza e utilidade não são conceitos antagônicos.

Assim, a praticidade foi se tornando um verdadeiro princípio. Os móveis e os acessórios passaram a ser vistos como aliados dos processos operacionais, facilitando suas execuções. Por exemplo, mesas são pensadas para auxiliar o trabalho cooperativo, as cadeiras focam no conforto e na ergonomia para maximizar a mão de obra de um funcionário etc.

Facilidade de organização

Móveis funcionais se adaptam bem aos processos da sua empresa, simplificando muitas tarefas. Por exemplo, armários com muitas divisórias facilitam bastante a categorização e a organização de documentos. Com isso, a equipe de gestão pode criar um sistema baseado em identificação por cores, letras ou números a partir dos quais um colaborador conseguirá saber o conteúdo de uma seção sem precisar abri-la ou mexer nos objetos.

Mais produtividade

objetos de decoração funcionais

A produtividade está intimamente ligada à decoração, pois o conforto, o bem-estar e o prazer de estar em um ambiente bem organizado trazem muito mais motivação aos seus funcionários. Isso resulta em uma produtividade cada vez maior.

Afinal, o estresse e a insatisfação com o clima organizacional são alguns dos principais fatores que minam a capacidade produtiva de um funcionário, porque fazem com que ele se distraia bastante com incômodos externos. Uma decoração bem elaborada consegue utilizar o ambiente como um fator de redução de tensão.

Quais objetos de decoração funcionais podem ser usados no seu negócio?

Agora que explicamos os benefícios da decoração funcional, é hora de dar algumas dicas de objetos que podem ser inseridos e têm bastante versatilidade nos projetos corporativos. Confira as nossas seis sugestões.

1. Objetos de armazenagem

objetos de decoração funcionais

Os exemplos mais famosos dessa categoria são as escrivaninhas, os nichos de paredes, as prateleiras e as estantes. Além disso, acessórios mais simples, como caixas e divisórias móveis, podem contribuir para a composição do ambiente. Todas essas opções contam com a vantagem de apresentarem vários tamanhos, designs e formatos — o que facilita a sua integração a projetos com uma linguagem arquitetônica específica, como a industrial, a minimalista, a vintage etc.

No caso de móveis planejados, você poderá personalizar os compartimentos de acordo com o sistema de organização da sua empresa. As escrivaninhas podem vir com gavetas, nas quais você organiza os documentos de acordo com a ordem de prioridade. As estantes podem ter prateleiras mais altas para acomodar objetos e papéis maiores, por exemplo.

A versatilidade de estilo também é bem interessante nesse caso, pois você pode encontrar um fornecedor que mescla vários tipos de materiais, como o vidro e o metal, para criar um ambiente único e personalizado.

2. Sofás ou poltronas

objetos de decoração funcionais

Foi-se o tempo em que os sofás e as poltronas eram reservados aos clientes: hoje eles também são legais para os funcionários. No paradigma mais tradicional de gestão de recursos humanos, o ambiente corporativo deve ser formal e momentos de descontração são reprimidos. Porém, o que se percebe nos últimos anos é que essa noção é totalmente equivocada.

Alguns momentos de diversão durante o horário de trabalho aliviam o estresse e otimizam a capacidade cognitiva dos funcionários, que podem ficar exaustos após um dia de tarefas repetitivas e exigentes.

Nos sofás, eles poderão se deitar, sentar com colegas, fazer reuniões informais e interagir com profissionais de outros setores. Além de aliviar a tensão, pode haver conversas produtivas que geram ideias criativas para o seu negócio nesses momentos. Afinal, a descontração e o diálogo são os pais da inovação. No mais, toda essa infraestrutura pode ser aproveitada para tornar o ambiente confortável, bonito e adequado à recepção dos clientes.

3. Organizadores de gavetas

objetos de decoração funcionais

Esses objetos são pequenas caixas ou divisórias móveis usadas para tornar as gavetas mais funcionais. Afinal, quem nunca colocou papéis, canetas, pen drives e CDs dentro de uma gaveta e, quando percebeu, ela estava cheia e vários minutos eram necessários para encontrar um simples documento?

4. Acessórios multifuncionais

objetos de decoração funcionais

Hoje em dia, um conceito muito utilizado na decoração corporativa é a inclusão de funcionalidades em alguns objetos decorativos e vice-versa. Por exemplo, é possível comprar vasos ornamentais maravilhosos que também servem como porta-guarda-chuvas. Veja outras possibilidades:

  • lixeiras — deixaram de ser somente um depósito de lixo e há modelos que são verdadeiras “obras de arte” com trabalhos incríveis em aço e alumínio;

  • dispensadores de copo — antigamente, só havia modelos básicos e feios que atrapalhavam a estética do ambiente. Hoje, há modelos modernos que se incorporam à decoração;

  • porta-revistas, porta-lápis, porta-CDs, entre outros também estão vindo com designs diferenciados e esteticamente trabalhados.

5. Divisórias de ambientes

objetos de decoração funcionais

As divisórias de ambientes são essenciais para a decoração de qualquer escritório, uma vez que dão o tom ao ambiente. Elas precisam ser planejadas para se adequarem aos objetivos dos seus projetos, aliando beleza e funcionalidade. Por exemplo, é possível utilizar vários materiais para construí-las: madeira, aço inox, alumínio, vidro. Além disso, vários desses elementos podem ser combinados em uma mesma divisória.

Os vidros são essenciais para dar um ar de sofisticação e inovação e fazem seu negócio parecer mais moderno. Eles são ideais para ambientes em que você quer ter mais visibilidade do trabalho dos funcionários. Também são úteis em salas de reunião porque ajudam a expor o dinamismo da sua empresa. Quando integrados às persianas, eles mantêm a privacidade do ambiente e introduzem um novo elemento — os tecidos — que podem ser escolhidos entre várias opções de cores, texturas e efeitos.

6. Mesas e cadeiras

Elas são os principais fatores de ergonomia e, portanto, são imprescindíveis para a produtividade e o bem-estar da sua equipe. Elas devem ser pensadas tendo em vista a funcionalidade e as características do trabalho de cada equipe. Por exemplo, designers precisam de uma superfície maior para desenhar em folhas A3 e A2, já os advogados e contadores precisam de várias divisórias para acomodar os papéis.

Os melhores fornecedores do mercado têm investido bastante no design desses móveis e acessórios para que eles contribuam com a estética do ambiente. Assim, vários materiais, formas e modelos têm sido introduzidos no mercado. Por consequência, os objetos de decoração funcionais se popularizam a cada dia e ajudam os negócios a conquistarem seus objetivos estratégicos.

Ficou interessado pelo assunto mas quer saber como aplicar esses conceitos em espaços pequenos? Então não deixe de conferir o nosso post com 6 dicas interessantíssimas e práticas!