Trabalhar com arquitetura e design de interiores não é simplesmente elaborar projetos, mas também a oportunidade de auxiliar as pessoas. Já parou para pensar como decorar um escritório de advocacia pode alavancar a carreira desse profissional?

Embora a área do direito tenha uma linha mais séria e tradicional, os advogados podem ter um escritório que transmita respeito e credibilidade. Uma boa decoração e a escolha acertada do mobiliário corporativopodem contribuir bastante para isso.

Portanto, visando colaborar na estratégia dos seus clientes para oferecer o que há de melhor em qualidade, preparamos uma lista com 6 dicas imperdíveis sobre o assunto. Acompanhe a leitura e entenda!

1. Preocupe-se com a boa iluminação

Em qualquer lugar que se preze, ao contar com iluminação bem estruturada, a tendência é que as pessoas consigam produzir melhor. Sendo assim, elabore projetos que favoreçam a concentração e o foco dos advogados, podendo até colocar lustres ou luminárias nos locais onde é preciso mexer com o computador por horas.

Investir em lâmpadas frias, como as de tonalidade branca e azul, é uma excelente escolha, principalmente se forem posicionadas nos locais onde há fluxo constante de pessoas, para analisar processos e demais rotinas inerentes à profissão. Caso tenha uma sala de espera, é possível colocar lâmpadas amareladas que remetam ao conforto.

Pensando na economia, opte sempre por lâmpadas LED, visto que são mais duráveis com relação às convencionais e, dependendo do lugar em que estejam, enaltecem pontos estratégicos do escritório. Economicamente, aproveitar-se da luz natural também é uma boa e fica até mais elegante acrescentando persianas e cortinas.

2. Elabore um ambiente que dê privacidade

Inúmeras vezes, os advogados precisam tratar de assuntos bem delicados, e as pessoas que os contratam querem ter a certeza de que aquele profissional é de confiança, não é verdade? Por isso, a privacidade é um elemento fundamental em qualquer escritório de advocacia.

A decoração deve ser pensada de maneira que a relação entre advogado e cliente possa ser o mais assertiva possível, sendo que aquela conversa determina diversas questões. Você pode estruturar divisórias que delimitem com exatidão o ambiente e confiram um desenho mais bonito ao lugar.

Em espaços onde haja um vão considerável, escolha portas de correr para dar aquela sensação de proteção e de que naquele escritório os segredos permanecem ali. Contar com uma sala que proporcione papos informais, seja entre os clientes, seja entre colegas de profissão, também vale a pena na hora de decorar o local de trabalho.

3. Escolha móveis corporativos que gerem confiabilidade

Fazer o design de interiores de um escritório de advocacia é muito diferente de desenvolver projetos para decorar uma residência, por exemplo. Os móveis são fatores fundamentais que deixam o lugar mais clean e com aspecto profissional.

sala de reuniões tem enorme relevância. Por isso, a necessidade de uma mesa bem posicionada e que confira um ambiente sério para tratar de questões jurídicas. As cores dos móveis, geralmente, são mais sóbrias, com os tons creme, marrom, cinza e preto, mas é possível mesclar cores desde que não perca a essência da atividade em si.

Fazer um estudo do layout de ambientes corporativos é de suma importância, porque proporciona segurança, bem-estar e um aproveitamento do espaço disponível. Além de pensar no estilo, proponha cadeiras que ofereçam a ergonomia necessária para que o trabalho renda mais e evite problemas de saúde.

4. Ponha acessórios e objetos para decorar melhor o lugar

Mais do que um escritório aconchegante e pessoal, os advogados gostam de deixar a sua personalidade no local, seja no posicionamento dos móveis, seja por meio dos objetos que possuem. Embora a área jurídica tenha um direcionamento tradicional, ter elementos que destoam um pouco traz originalidade.

Na série Suits, por exemplo, o poderoso advogado Harvey Specter (Gabriel Macht) tem em seu escritório: bolas de basquete e beisebol autografadas, discos de jazz e um quadro que lembra a época boa que viveu com a mãe. Fazer uma correlação com os lados profissional e pessoal é uma alternativa interessante na decoração.

Por isso, deixe objetos que façam sentido no projeto e que respeitem o espaço das demais pessoas, visto que os escritórios podem ser individuais ou coletivos. Os livros são fundamentais também, pois dão a entender que aquele profissional tem conhecimento e compromisso em atender da melhor maneira.

5. Acompanhe as principais tendências do nicho corporativo

Embora a arquitetura seja pautada pela criatividade e inovação, direcionar-se pelas tendências de decoração pode ser uma boa saída ao desenvolver projetos. Os locais de trabalho que seguem uma linha de raciocínio atual atraem os clientes e dão a impressão de os profissionais terem a mente aberta para novidades.

Disponibilizar um remanejamento de peças para que o ambiente esteja mais aberto, amplo e arejado facilita a circulação das pessoas. Colocar móveis com designs diferentes e estilizados reforça também a personalidade dos advogados.

Não podemos deixar de mencionar o fator sustentabilidade, tendo em vista que a sociedade está aprendendo a cuidar do planeta. Sendo assim, invista no uso consciente da água no lavabo e da organização do local com plantas, a fim de explicitar a preocupação com o meio ambiente.

6. Entenda que menos é mais na decoração do escritório

Obviamente, no momento de discutir as melhores ideias e entender o que os seus clientes da área jurídica pretendem colocar no escritório, é necessário fazer um filtro das informações e criar soluções que não sobrecarreguem o visual.

Quando entramos em um ambiente corporativo ou qualquer outro lugar que não conhecíamos antes, os sentidos são aguçados no mesmo instante para perceber o máximo possível do que está à nossa volta. A neuroarquitetura é uma estratégia que pode conferir bons resultados em um escritório de advocacia.

Portanto, opte por um design minimalista e que impacte os visitantes de forma positiva, fazendo com que eles se sintam bem à primeira vista. É de extremo bom gosto ter espaços bem decorados, que deixam o visual simples e direto com o propósito da atividade profissional exercida.

Em resumo, ao deparar com a proposta de como decorar um escritório de advocacia, entenda que a confiabilidade, o respeito e a segurança são as palavras-chave para desenvolver um posicionamento dos elementos de maneira correta.

Gostou do conteúdo apresentado neste artigo sobre decoração corporativa? Então, conheça as nossas soluções em matéria de mobiliário para conseguir criar excelentes projetos arquitetônicos!