O perfil profissional está mudando e as novas gerações estabelecem relações mais dinâmicas, o que reflete diretamente no local de trabalho. Nesse sentido, uma forte tendência são os espaços compartilhados e, por isso, pensar a decoração de coworking é cada vez mais importante.

Os escritórios e áreas de convivência devem ser projetados considerando o melhor uso e o fluxo de pessoas dentro do espaço. Ambientes bem planejados influenciam na produtividade das empresas. A seguir, entenda um pouco mais sobre o crescimento desses espaços e acompanhe 5 dicas para criar e inovar na decoração de coworking.

Por que os espaços compartilhados vêm crescendo?

decoração de coworking

Inicialmente vamos compreender o universo destes ambientes corporativos e verificar como a decoração pode ser um grande diferencial. Os escritórios compartilhados são a preferência entre os jovens em início de carreira. Sabe quais os principais motivos para isso?

Em primeiro lugar está a possibilidade de networking. Como os espaços abrem portas para profissionais das mais diversas áreas, o coworking é um ponto incrível para conversas e novos contatos. Para favorecer esse aspecto, esses espaços contam com áreas de convivência que dificilmente são projetadas em escritórios pessoais, uma vez que representam um alto investimento.

O investimento atrativo, aliás, é outro ponto de grande interesse. Como os espaços proporcionam estações de trabalho ou escritórios já montados, o gasto inicial é menor. Existe também a possibilidade de personalização, mas ainda assim o investimento é viável quando comparado a outras opções.

Além das salas compartilhadas e dos ambientes privativos, os coworkings oferecem toda uma estrutura de apoio, como salas de reunião, ambiente para café e salas de entretenimento. São ambientes agradáveis, pensados e projetados para abrigar muitos profissionais dos mais diversos segmentos. A decoração usualmente contemporânea é pensada para tornar o espaço físico agradável e receptivo.

Nesse contexto, a ambientação é muito importante, pois o primeiro contato dos clientes com o coworking é visual. Os clientes diretos são aqueles que utilizam diária ou periodicamente o escritório, mas os clientes indiretos também devem ser considerados no planejamento desse espaço. Muitos coworkings trabalham com a locação diária de salas de reunião, outra proposta atrativa para os profissionais em início de carreira.

O que levar em conta ao criar a decoração de coworking?

decoração de coworking

Agora que você já sabe mais sobre esses espaços e suas principais características, confira 5 dicas para pensar a decoração de um coworking!

1. Escolha a paleta de cores adequada

decoração de coworking

A cromoterapia faz uso das cores e tonalidades como forma de potencializar um ou mais sentidos. Algumas cores são estimulantes, outras tranquilizantes, por isso é necessário conhecer a influência da psicologia envolvida na escolha das nuances antes de decidir quais serão utilizadas em seus projetos.

Como vimos, as cores podem impactar na produtividade. Algumas boas escolhas para escritório são:

  • roxo: classificada como cor da transformação, está ligada a sabedoria e sofisticação e é uma boa escolha para ambientes profissionais;
  • vermelho: altamente estimulante, é a tonalidade ligada à motivação e à força de vontade, recomendada para áreas de criação e processos inventivos;
  • azul: tonalidade que remete a tranquilidade, confiança e força e muito associada à meditação, pode trazer equilíbrio para o local de trabalho;
  • laranja: por dar força, estímulo e energia ao ambiente, pode ser empregado em suas composições para tornar os escritórios mais dinâmicos;
  • verde: a cor associada à calma e à tranquilidade pode ser uma ótima aposta para as áreas de intervalo ou convivência dos profissionais.

Aproveite a infinidade de tons disponíveis nos catálogos de tintas, de móveis e decoração e torne seu projeto mais acolhedor e eficiente.

2. Escolha o tipo de móveis

decoração de coworking

Na decoração de coworking, é importante harmonizar os espaços com o contexto geral, e os móveis são peças-chave para seu projeto. Algumas salas serão projetadas considerando mobiliário fixo, outras com móveis soltos. Seja qual for a escolha, os itens devem ser coerentes com a linguagem arquitetônica escolhida.

Para coworkings mais joviais, invista em mobiliário despojado, sendo uma forte tendência o estilo industrial, que apresenta a facilidade de aproveitar as instalações e tubulações como peças decorativas. Já os espaços atemporais e clássicos pedem peças mais refinadas. Lembre de conhecer a proposta do coworking e compreender qual será o público-alvo. Ter um briefing adequado tornará mais fácil a escolha dos móveis e elementos decorativos do projeto.

3. Projete uma bela recepção

decoração de coworking

O primeiro contato do cliente do coworking será na recepção. Sendo assim, essa é uma das áreas de convivência mais importantes dos escritórios compartilhados. O ambiente deve ser convidativo, agradável e bem organizado.

Utilize elementos que caracterizem o estilo adotado na decoração. Além de bela, a recepção precisará ser funcional. Projete móveis, iluminação e decoração de forma a otimizar o espaço. Preveja o fluxo de funcionários e visitantes e lembre-se do mobiliário de apoio, como poltronas e cadeiras para espera, além dos acessórios de escritório para a equipe da recepção.

4. Utilize plantas

decoração de coworking

Além de quebrar a frieza de muitos escritórios, as plantas purificam o ar e tornam o ambiente mais agradável. Os elementos naturais impactam na estética e também na produtividade dos colaboradores. Invista em vasos e itens que tornem o coworking mais agradável. As melhores opções para ambientes fechados são:

  • cactos: os pequenos cactos não demandam tanto cuidado e são resistentes, crescem bem a meia luz e precisam de água apenas uma vez por semana;
  • suculentas: com aparência similar aos cactos, as plantas também dependem de pouca água. A principal diferença é que precisam de luz solar durante algumas horas por dia;
  • bambu: a espécie precisa de água constantemente, mas é de fácil cuidado e se adapta bem a ambientes fechados;
  • orquídea: a planta de aparência delicada demanda pouco cuidado e se adapta bem à iluminação indireta do escritório.

Aposte também em espécies brasileiras, além de tornar seu coworking mais agradável, é uma forma de decorar com sustentabilidade.

5. Invista no projeto das áreas comuns

Seja nas estações de trabalho, nas salas de reunião ou no café, a decoração de coworking deve melhorar a experiência do usuário. Projete ambientes com móveis e peças de decoração que demonstrem o cuidado com a linguagem arquitetônica e com o estilo adotado para o coworking.

Inclua áreas de permanência e interação além das estações de trabalho. Muitos escritórios hoje dispõe de sala de jogos, bar da empresa, café — valorize o ócio criativo através de um bom projeto!

Nos espaços compartilhados, nas grandes corporações ou em seu próprio escritório, aproveite nossas dicas para tornar seu projeto mais acolhedor.

Então, não perca mais conteúdos e informações: assine nossa newsletter e acompanhe as tendências para decoração de coworking e decoração corporativa!